Entidades lamentam cancelamento da Expo-Fisav 2014

Ainda repercutindo a notícia de que a Expô/Fisav (Fundo das Instituições Sociais e Associadas de Votuporanga) não será realizada neste ano, conforme divulgada com exclusividade pelo jornal A Cidade na edição de ontem, uma das áreas prejudicadas com a festa é a social. Isto porque o lucro obtido do evento era dividido entre as entidades cadastradas no Fisav.

 O valor era repassado entre as 16 entidades filiadas, de acordo com a colaboração de cada uma.
Sérgio Luiz Gaspar é diretor do Fisav e também presidente a entidade Fonte Viva Centro de Educação Infantil. A unidade atende mais de 40 crianças de zero a três anos de idade. 
Ele falou que toda ajuda sempre é bem vinda, mas entende o momento pelo qual a organização passa.
“Espero que possamos, pelo menos, organizar um evento que vise arrecadar algo para as entidades, mas a diretoria também não pode correr o risco de fazer a festa e arcar com despesas. Apesar de não ser essa a nossa intenção, as entidades serão prejudicadas”, opinou. 
A presidente da Comunidade São Francisco de Assis, Luzia Pupim, disse que a falta de ajuda prejudica o setor financeiro da entidade, mas entende o motivo do cancelamento da festa.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password