Enteada que matou padrasto deixa a Cadeia e vai responder em liberdade pelo crime

A secretária T.M.M.., de 22 anos, vai responder em liberdade pela morte do padrasto, o pedreiro João Elidio dos Santos, de 38 anos. Santos foi esfaqueado no peito anteontem, durante uma briga familiar no bairro Colinas, em Votuporanga.

 

Ontem, a Justiça acatou o pedido de habeas corpus do advogado de defesa e a jovem saiu da cadeia de Nhandeara. Grávida, Thayane foi presa em flagrante na noite do crime.

A soltura da secretária foi confirmada pela mãe, a dona de casa Gecélia da Silva Martins, de 43 anos. Por telefone, Gecélia disse que a filha havia saído da cadeia, mas que não tinha mais informações sobre Thayane por estar velando o marido ontem.

O foi enterrado às 17 horas de ontem, no cemitério de Álvares Florence. O pedreiro deixa um filho com 17 anos e os irmãos Edenir Mariano dos Santos, Ana Alice dos Santos Miguel, Cleonice Aparecida dos Santos e Lucia Helena dos Santos Ramos.

Ele tinha um relacionamento há 15 anos com Gecélia. Segundo a irmã da vítima Ana Alice, Santos ecostumava ser agressivo. “Já presenciei algumas discussões, mas sempre cediam para voltar às pazes. Ele era usuário de droga, mas uma pessoa trabalhadora, amiga, brincalhão”, disse.

De acordo com o boletim de ocorrência, Thayane teria tentado defender a mãe das agressões do padrasto e entrou em luta corporal. Ela usou uma faca para atingir Santos, na altura do peito. Ele morreu a caminho do hospital.

Andressa Aoki – diário da região votuporanga

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password