Enfermeira de Catanduva morre com sintomas de gripe H1N1

A enfermeira Andreia Voltarelli, 34 anos, morreu nesta quarta-feira, dia 13, no Hospital Padre Albino, em Catanduva, com sintomas de H1N1. O caso foi notificado como suspeito pelo hospital e a Vigilância Epidemiológica de Catanduva ainda aguarda resultados de exames para comprovar se a morte dela foi ou não causada pela doença.

Voltarelli, que era enfermeira do próprio Hospital Padre Albino, foi internada na última sexta-feira, dia 8, com os sintomas da doença. A assessoria de imprensa da instituição informou que não é autorizada a informar dados do boletim médico da paciente, portanto não informa qual foi a causa da morte. A assessoria informou apenas que o caso era tratado como suspeito de H1N1.

Se confirmada, essa será a 24ª morte pela gripe H1N1 na região de Rio Preto, neste ano.

Diário da Região

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password