Empresários de Votuporanga e Rio Preto são suspeitos de integrar ​organização criminosa

Policiais civis prenderam hoje (25), em Rio Preto e Votuporanga, dois empresários, suspeitos de integrar uma organização criminosa especializada em receptação de cargas de ferro e aço. A Operação Ferro Bruto foi deflagrada pela Delegacia Rural da Polícia Civil de Araxá (MG) e, nesta quinta-feira, foi deflagrada a terceira fase.

De acordo com informações apuradas pelo sbtinterior.com, as investigações começaram há cerca de um mês, após uma denúncia de uma vítima que teve um carregamento de 420 toneladas de ferro desviadas.

Segundo a polícia, a quadrilha oferecia o serviço de frete por meio de um aplicativo, pegava a carga e o motorista simulava um assalto, porém, levava a carga para outro local. O crime era tão arquitetado que os motoristas chegavam a registrar boletim de ocorrência em delegacias de polícia. O prejuízo causado pela organização, que agia em MG, SP e BA, foi de aproximadamente R$ 3,5 milhões.

Na primeira fase, foram presos o motorista da carreta utilizada para cometer o crime e um outro suspeito em Uberaba (MG). Já na segunda fase, a polícia conseguiu encontrar todo o carregamento furtado em uma empresa de Votuporanga (SP).

Hoje, durante a terceira fase, dois empresários de Votuporanga e Rio Preto foram presos e permanecem à disposição da Justiça. Os nomes dos presos não foram divulgados pela polícia, mas as investigações na região continuam.

FONTE:  SBT INTERIOR:

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password