Empresa atrasa encerramento da recuperação das vias

Vereador André Figueiredo fala que empreiteira abandonou serviço; secretário de Obras diz que não e garante retomada na segunda

O prefeito Junior Marão anunciou recentemente em seu programa semanal de rádio que a primeira etapa do serviço de recapeamento terminaria até esta semana. Porém, a empresa responsável pelo serviço diz que, devido as chuvas, paralisou temporariamente as atividades até a próxima segunda-­feira.

De acordo com a Prefeitura, a primeira fase de recapeamento está em sua reta final, faltando apenas 14 quarteirões para concluir o pacote de 360 quarteirões beneficiados. A equipe da Secretaria de Obras tem concentrado os serviços nos bairros Santa Felícia, Jardim Alvorada e Jardim Bom Clima.

A empresa responsável pelo serviço estava recapeando a rua Angelo Petenucci, no bairro Santa Felícia, no final da semana passada. Ela arrumou parte da rua e deixou a outra sem terminar. Segundo a Secretaria de Obras, o trabalho será finalizado ainda nesta primeira etapa.

“Como começou a chover, a empresa disse que iria finalizar um trabalho em Riolândia e retornaria a Votuporanga na quarta-­feira (ontem), mas nos informaram que não conseguiram terminar lá e retomam as atividades aqui na próxima segunda-­feira”, explicou o secretário de Obras, Waldir Aparecido Petenucci.

O vereador André Figueiredo esteve ontem no bairro Santa Felícia para verificar a situação da rua Angelo Petenucci e disse que ficou preocupado com a possibilidade de a empresa ter abandonado o serviço. “Fizemos algumas denúncias para a Prefeitura de irregularidades no recapeamento como falta de sargetões e poças nas vias. Fui informado pelo secretário Waldir Petenucci que a empresa foi notificada e deve ter retirado a sua equipe da cidade. Quero que a obra seja finalizada e com qualidade”, falou o vereador.

André disse que o pagamento da empresa foi bloqueado devido as irregularidades nas ruas.

Segundo o secretário Waldir, não houve bloqueio de recurso. “Realmente há algumas irregularidades em certas ruas, mas a empresa se prontificou a resolver todas. Com relação ao pagamento pelo serviço, enquanto ele não é concluído, não é realizada a medição final, que serve para autorizar a quitação por parte da Prefeitura. Temos engenheiros que fiscalizam as obras e nos dizem quando está tudo certo”, destacou.

Uma licitação para a segunda etapa do recapeamento será aberta no próximo dia 26, às 13h30, na Prefeitura. A meta da Administração Municipal é recapear 800 quarteirões até 2016.

O trabalho

O recapeamento foi divido em três etapas. O investimento chega a R$ 9 milhões. O objetivo é recuperar as vias deterioradas devido à ação do tempo e o desgaste da camada de asfalto. Leidiane Sabino/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password