Emílio Arroyo concentra maior quantidade de multas

Cerca de 60% das infrações registradas pelos radares em Votuporanga acontecem na avenida do bairro Pozzobon, Zona Norte

A partir de hoje, é realizada a Semana Nacional de Trânsito. Para marcar a data, a reportagem do A Cidade pediu um levantamento para a Secretaria municipal responsável pelo setor para apontar quais os locais em que os motoristas mais cometem abusos.

Os dados apontaram que 60% das infrações de excesso de velocidade são registradas pelos radares da Avenida Emílio Arroyo Hernandes. Um dos motivos seria o maior fluxo de veículos em comparação com os demais locais.

O balanço foi feito por meio da quantidade de multas registradas nos radares espalhados pela cidade. De acordo com a pasta, são quatro equipamentos fixos: rua Tibagi (entre Iguaçu e Ivaí), avenida Emílio Arroyo Hernandes (entre avenida Jerônimo Figueira da Costa e Sebastião Cechini); avenida Wilson de Souza Foz (entre Nove de Julho e José Marão Filho) e rua Minas Gerais (entre Pará e Padre Izidoro Cordeiro Paranhos).

Eixos binários

Uma das mudanças ocorridas recentemente no trânsito foi a implantação de eixos binários. Em maio, 20 quarteirões foram contemplados, não só na região central, como também em vias de entrada e saída da cidade. As placas de sinalização já começaram a ser instaladas. Os eixos binários, implantados em 2008, contribuíram de forma significativa na melhoria do trânsito.

A medida foi muito criticada pelos motoristas e pelos vereadores da cidade. Antonio Alberto Casali, secretário de Trânsito, Transporte e Segurança, contestou que os locais registram maior número de acidentes. “Os acidentes não foram nos novos trechos de eixos binários e sim nos primeiros quarteirões que receberam a mudança. Isso deixa claro que as ocorrências aconteceram por falta de atenção e imprudência de alguns motoristas que desrespeitam as leis de trânsito já que todos já estão habituados às ruas que já contavam com o sistema de eixos binários, sem eles, certamente, sentiríamos muitos efeitos negativos no trânsito da nossa cidade. Acredito que nenhum deles é perigoso desde que sejam respeitados”, finalizou. Andressa Aoki/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password