Emerson Pereira solicita mais vagas para Centro de Ressocialização de Araçatuba atender famílias de Votuporanga

Responsável por organizar reunião, Emerson quer que presos sejam transferidos para respetiva unidade, com objetivo de ficar mais próximo das famílias

Várias famílias que possuem parentes presos em penitenciárias da região participaram de uma reunião com diretores do Centro de Ressocialização de Araçatuba. O encontro aconteceu na Câmara Municipal, logo após a sessão da última segunda-feira (12/9). O encontro foi promovido pelo vereador Emerson Pereira.

Localizados em cidades menores, os Centros de Ressocialização (CR) são administrados em parceria entre as autoridades prisionais do Estado e organizações não governamentais (ONGs) locais. São compatíveis com as garantias nacionais e internacionais de direitos humanos para os detentos, obtêm taxas de reincidência criminal muito mais baixas e seu custo de operação é muito menor que o das prisões convencionais.

Antes da reunião, José Antônio Rodrigues Filho, diretor técnico II, e Roberto César Santana, diretor do Núcleo de Segurança e Disciplina, ambos do Centro de Ressocialização de Araçatuba, receberam votos de congratulação pelos relevantes serviços oferecidos às famílias de Votuporanga.

Reunião

O vereador Emerson Pereira já esteve no Centro de Ressocialização de Araçatuba quando estava à frente da Secretaria Municipal de Direitos Humanos.

“Fui muito bem recebido lá e pude conferir de perto os projetos que são desenvolvidos. São oferecidos estudos, trabalho e qualificação. Existe uma grande humanização para atender a todos os sentenciados com carinho”, falou.

Emerson pediu aos diretores que abrissem mais vagas no CR para aceitar transferências dos sentenciados que estão em penitenciárias distantes de Votuporanga.

“Precisamos disso: direitos e oportunidades para todos. A passagem destes diretores aqui por Votuporanga vem para fortalecer vínculos entre familiares e CR. Que mais vagas sejam abertas para atender as famílias de Votuporanga, e que acima de tudo haja recomeço para os que estão presos”, falou.

As famílias presentes na reunião fizeram uma lista contendo informações pessoais, tanto dos sentenciados quanto dos pais, e solicitaram aos diretores transferências para o Centro de Ressocialização de Araçatuba.

Na opinião do vereador, a reunião atingiu o maior objetivo, que era estreitar laços entre os diretores e as famílias dos sentenciados.

Maria Lúcia de Souza Neto esteve presente na reunião e agradeceu muito pela oportunidade de estar com os diretores. “Eu não tinha conseguido ainda, desde janeiro tento falar com eles. Solicitei que meu filho, que hoje está na penitenciária de Andradina, seja transferido para o Centro de Ressocialização de Araçatuba. Espero que dê certo”, falou.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password