Em meio a protestos, Corinthians é derrotado pela Ponte em Campinas

Após a invasão de seu Centro de Treinamento no sábado, o Corinthians entrou em campo neste domingo contra a Ponte Preta e sofreu a sua terceira derrota consecutiva pelo Campeonato Paulista.

 

Em meio a novos xingamentos da Fiel, agora no Moisés Lucarelli, o Timão sofreu um “gol-relâmpago” em cada tempo e foi superado por 2 a 1, gols de Alemão e Ferrugem. Uendel foi o autor do tento corintiano.

Pelo menos dentro de campo, a equipe alvinegra mostrou-se com nervos no lugar. O Corinthians começou com um bom toque de bola, mas foi surpreendido por um bom contragolpe da Ponte. Aos três minutos, o calcanhar-de-Aquiles do time no ano voltou a aparecer: nas costas do lateral-direito, Fagner desta vez, nasceu a arrancada de Ademir. Ele cruzou e Alemão, livre, concluiu para o fundo do gol.

A postura corintiana, mesmo atrás no marcador, seguiu a mesma. A equipe tocava a bola, mas não conseguia criar boas oportunidades. Emerson Sheik era o jogador mais ativo, tanto na criação de jogadas quanto nas chegadas próximas à área do goleiro Roberto.

Mas foi dos pés de dois jogadores “improváveis” que nasceu o empate do Timão. Aos 32 minutos, Guilherme dominou próximo à intermediária campineira e cruzou. Uendel entrou em diagonal na área ponte-pretana e cabeceou bonito, no ângulo, para empatar o marcador.

No entanto, novamente o Timão foi vítima de um apagão logo no início de um dos tempos. Exatamente como na primeira etapa, a Ponte conseguiu o seu tento logo de cara. Aos três minutos do segundo tempo, Ferrugem recebeu bom lançamento de Alemão na área, driblou Gil e bateu firme, sem chances para Walter.

Diferentemente do primeiro tempo, o Corinthians não conseguiu ditar o ritmo da parcial final. Aos nove minutos, Guerrero tentou duas vezes, mas esbarrou em Roberto, na única clara chance do Timão até o fim do confronto. A equipe ainda perderia seus dois zagueiros: Gil, expulso por chutar Rossi, da Ponte Preta, aos 38 minutos, e Paulo André, que fez falta dura em Silvinho, aos 46, e também foi mais cedo para o chuveiro.

Esta foi a terceira derrota consecutiva do Corinthians no Campeonato Paulista – a última série semelhante ocorreu no Campeonato Brasileiro do ano passado. A equipe volta a campo na quarta-feira, às 22h (de Brasília), contra o Bragantino, em casa. No mesmo dia, mas às 19h30, a Ponte vai a Ribeirão Preto para enfrentar o Comercial.  O Timão é quarto no Grupo B, com seis pontos. A Macaca é terceira no Grupo C, com os mesmos seis.

FICHA TÉCNICA:
PONTE PRETA 2 X 1 CORINTHIANS

LOCAL: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
DATA/HORA: 2/2/2014, às 17h (horário de Brasília)
ÁRBITRO: Marcelo Rogério
AUXILIARES: Daniel Luis Marques e Ricardo Pavanelli Lanutto
PÚBLICO/RENDA: 4.897 pagantes/R$ 87.280,00
CARTÕES AMARELOS: Alemão, Bruno Silva, Rossi, Fernando Bob (Ponte Preta), Guilherme, Paulo André, Fagner (Corinthians)
CARTÕES VERMELHOS: Gil e Paulo André (Corinthians)

GOLS: Alemão, aos 2/1°T (1-0), Uendel, aos 32/1ºT (1-1), Ferrugem, aos 3/2ºT (2-1).

PONTE PRETA: Roberto, Ferrugem, César, Diego Sacoman e Magal; Bruno Silva (Elizeu), Fernando Bob e Adrianinho; Ademir (Rossi), Silvinho e Alemão (Tchô). Técnico: Vadão.

CORINTHIANS: Walter, Fagner, Gil, Paulo André e Uendel; Ralf e Guilherme; Danilo e Romarinho (Rodriguinho); Emerson Sheik e Guerrero (Alexandre Pato). Técnico: Mano Menezes.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password