Égua morre de fome ao ser amarrada em Fernandópolis

Não é difícil encontrar animais de grande porte soltos nas diferentes zonas de Fernandópolis. Mas o fato registrado nesta semana deixou muitos moradores da Zona Norte da cidade revoltados.

 

Internautas denunciam uma cena lamentável e triste de abandono de animais. O fato aconteceu no Jardim Santa Rita , onde uma égua em condições avançadas de inanição agonizava sob forte sol quente da manhã desta sexta feira (31).

 

 

Atualizado (03). O CCZ de Fernandópolis informou que o animal não resistiu ao tratamento e morreu no inicio desta semana.

 

 

Conforme matéria divulgada, internautas registraram a foto de um cavalo preso, sem água e sem comida em um lote baldio, durante aproximadamente uma semana, em estado de abandono total.

 

 

 

Sob o sol forte e visivelmente desidratado e sem forças, o animal caiu e não levantou mais. Preocupados moradores acionaram o Centro de Zoonose que providenciou o transporte do animal para tratamento, na tentativa de tentar salva-lo.

 

 

Ninguém na região se pronunciou como dono do animal. collagecavalo CRIME Abandono e maus tratos à animais é crime. A denúncia de maus-tratos é legitimada pelo Art. 32, da Lei Federal nº. 9.605 de 1998 (Lei de Crimes Ambientais) e o Art. 164 do Código Penal, prevê o crime de abandono de animais para aqueles que introduzirem ou deixarem animais em propriedade alheia, sem consentimento de quem de direito, desde que o fato resulte prejuízo:

 

 

 

A pena prevista pelo Art. 32 da Lei de Crime Ambientais é de detenção de 3 meses a 1 ano e multa. A pena prevista pelo Art. 164 do Código Penal é de detenção, de 15 (quinze) dias a 6 (seis) meses, ou multa.

Fonte: Jornal 4 Cantos

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password