É hora da grande arrancada!

Chegamos na reta final das eleições de 2018. Desde os tempos da democratização do País, quando conquistamos o direito de colocar um governo civil, não se vê uma campanha eleitoral de tão baixo nível, com ataques até mesmo às famílias dos que disputam os cargos eletivos.

O que vimos nesta semana nas redes sociais foi o fundo do poço, com a divulgação de um vídeo — claro, uma montagem — sobre o candidato João Doria. Uma tremenda baixaria vinda do adversário, que luta, de todas as formas, para se reeleger, além de usar a máquina pública a seu favor.
Ele ainda faz promessas mirabolantes, que dificilmente serão cumpridas, como os reajustes salariais aos servidores públicos, numa escalada sem precedentes. Dinheiro que nem consta do orçamento do Estado. É tanta mentira que até ele acredita.

É tão maligno que suas atitudes estão provocando até a queda do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, que nesta semana perdeu dois pontos em pesquisa de intenção de votos. Contam tanta mentira, que vão mudando a opinião das pessoas. E para quê? Já conhecemos esse filme. Passamos por quase duas décadas perdidas.

O nosso adversário é um sujeito que vem militando ao lado do PT há anos, numa esquerda vingativa, que levou o País a um atoleiro de estrume, provocando milhões de desempregos. Nossa economia está à deriva, sem um norte.

A classe política, o Congresso Nacional e até mesmo o Judiciário estão com baixa aceitação junto à opinião pública. É a maior crise institucional que o Brasil vem passando, em nome de uma democracia mascarada. Estamos num beco sem saída: ‘se correr o bicho pega, se ficar o bicho come’. Não existe uma identidade ideal. A população se apegou a uma situação que elimine situações de penúria já vividas; a maioria não quer o PT de volta de jeito nenhum.

O Estado de São Paulo é um dos únicos entes federativos que se mantêm de pé, isso graças ao seu povo trabalhador, que gera riquezas e renda, e também pelo pulso firme dos nossos últimos governadores.
Mas, chegou a hora de darmos uma grande arrancada, de fazer valer nosso potencial econômico e político, nossa força produtiva. Temos uma grande representatividade no contexto nacional e mundial. Somos mais fortes que muitos países. Vamos colocar um sangue novo. E o Doria representa esse sangue novo, comprometido com as causas municipalistas, para levar bem-estar a todos.

A população quer melhorias na saúde, na educação, nos serviços prestados, quer um atendimento digno em todas as áreas. Quer um governante que acabe com a mistificação do “nós contra eles”; quer um governante agregador, que promova a união e não fique semeando discórdia, como as velhas políticas do passado, de pessoas que só ‘puxam a brasa para sua sardinha’.

Vamos virar essa página e eliminar essas velhas raposas que só querem se beneficiar do poder. Vamos acreditar em pessoas que querem valorizar nossas famílias, nossas cidades, os cidadãos que nelas residem.
É a grande oportunidade que temos de tirar essa gente que não faz nada. E a arma está em nossas mãos: o VOTO CONSCIENTE de cada um.

Eu garanto que teremos um novo tempo, uma nova chance de ser feliz, de prosperar e superar tantos anos perdidos.

Carlão Pignatari
Deputado estadual – PSDB

0 Comentários

Deixe um Comentário

dezoito − cinco =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password