Pode soltar o grito, torcedor alvinegro! é campeão

A votuporanguense é o campeão paulista da Segunda Divisão de 2012. O título foi conquistado com a vitória por 2 a 0 diante do São Vicente no estádio Dr. Plinio Marin, em Votuporanga, neste domingo, às 10h, depois de ter perdido a primeira partida da final por 1 a 0.

O primeiro ataque da partida já aconteceu nos primeiros segundos, com Marcinho em jogada de linha de fundo. Na cobrança de escanteio, Willian Baiano bateu e o zagueiro Elsinho, no primeiro pau, cabeceou por cima. Aos oito, o artilheiro Romário, do Votuporanguense, fez jogada inidividual pela esquerda e bateu rasteiro, para defesa do goleiro do São Vicente, Clebão.

A partida era bastante equilibrada, com o time da casa tentando sair para o jogo, mas o São Vicente se defendendo bem, fechando os espaços e explorando os contra-ataques esporadicamente. Em uma dessa estocadas, Waguininho escapou pelo meio e bateu de fora da área, à direita do gol defendido por Cairo.

Como toda decisão, o jogo era bastante nervoso, com muitos passes errados das duas equipes. O time do técnico China insistia nas jogadas pelo meio. Assim teve outra boa chance de bol, com a finalização de Fabinho, que passou cruzando a meta. No lance seguinte, Elsinho foi derrubado na área: pênalti, que o artilheiro Romário bateu colocado, no meio, marcando seu 17º gol na competição.
Com o placar aberto e o resultado a favor, o Votuporanguense seguiu pressionando. Romário fez excelente jogada pela direita e cruzou à meia altura. Fabinho mergulhou na primeira trave e cabeceou por cima.

Cristiano Troisi, técnico do São Vicente, tão logo saiu o gol trocou o centroavante Leandrão pelo meia Esquerda. Mesmo assim, quem seguiu comandando as ações foi o Votuporanguense. Em outro ataque do time da casa, o volante Sigmar se infiltrou entre os zagueiros e cabeceou fime, no chão, para defesa difícil do goleiro.

Com o placar adverso, o São Vicente adiantou suas linhas e colocou a bola no chão. Após uma troca de passes, o volante Diogo bateu firme, de longe, e Cairo desviou com a ponta dos dedos. No escanteio, Natan tocou para o gol, vencendo o goleiro Cairo, mas não o zagueiro Rufino, que salvou em cima da linha. Na sequência da jogada, Emerson Santos puxou a contracarga pela direita mas errou o passe para Romário, que entrava sozinho pelo meio.

Nos últimos mnutos, o São Vicente pressionou bastante. Após bate-rebate no meio da área a bola sobrou para o chute de Marcelo, que Rufino conseguiu travar. Depois, em falta pela lateral, Esquerda bateu direto e quase empatou, já nos acréscimos.
As duas equipes voltaram sem alterações para a segunda etapa. O São Vicente teve a primeira chance com uma bola levantada na área, nas mãos de Cairo.

Na continuação do lance, Romário roubou a bola pela esquerda, fintou o contrário e bateu rasteiro, com perigo, à esquerda.
Depois desse ataque, o jogo ficou truncado, com muitas faltas. China trocou Fabinho, que tinha cartão, por Marquinho. Na primeira jogada dele, um passe de chaleira para Marcinho, na esquerda, ele driblou o zagueiro e arrumou o corpo para finalizar, mas pegou muito embaixo da bola e desperdiçou a oportunidade.
Chance mais clara teve Romário, aos 15 minutos. Em boa trama pelo meio, Sigmar enfiou a bola pelo costado da defesa, encontrando o centroavante na cara do goleiro. Romário tocou por cima, buscando o ângulo esquerdo do gol, mas a bola tocou no travessão e saiu.
China substituiu o volante Fabão pelo zagueiro Gabriel e o time da casa continuou tendo o domínio das ações.
Por causa do calor, o árbitro concedeu uma parada técnica aos 22 minutos. No primeiro ataque após o retorno do jogo, Willian Baiano deu passe para Romário, que fintou dois defensores, mas prendeu demais a bola e perdeu a chance de bater para o gol.
Mas Romário não é o artilheiro do campeonato à toa. Depois de perder duas chances claras, ele teve a terceira após uma bola rebatida pelo volante Marcelo, na qual o joador tentou isolar, mas chutou em cima do camisa nove e a bola entrou mansamente no canto esquerdo.
Mesmo com 2 a 0 no placar, o Votuporanguense seguiu atacando, trocando passes no campo de ataque e Romário teve outra chance de gol, pela direita, mas Clebão defendeu. Waguininho, do São Vicente, também teve sua chance, mas o chute foi abafado pelo goleiro Cairo.
Nos acréscimos, Dodô escapou pela esquerda e bateu para defesa do goleiro Cairo. Foi o último ataque da partida que coroou a melhor campanha do time da casa, que venceu 21 das 30 partidas disputadas e garantiu o primeiro título da história do Votuporanguense.
Ficha técnica:
Votuporanguense 2×0 São Vicente

 

Votuporanguense: Cairo; Emerson Santos, Elsinho, Rufino e Uélison; Fabão (Gabriel), Sigmar e Willian Baiano; Fabinho (Marquinho), Romário e Marcinho (André). Técnico: China.
São Vicente: Clebão; Flavio, Natan, Marcio e Danilo (Lino); Diogo, Marcelo, Lutcho (Magno) e Dodô; Waguininho e Leandrão (Esquerda). Técnico: Cristiano Troisi.
Gols: Romário (pênalti), aos 26 minutos do primeiro tempo e aos 33 minutos do segundo tempo; Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza; Assistentes: Alberto Poletto Masseira e Alex Alexandrino; Quarto árbitro: Giuliano Dutra Pellegrini; Público pagante: 4.984; Renda: R$ 33.700,00; Local: Estádio Dr. Plinio Marin, em Votuporanga; Data: 21 de outubro, às 10h; CA: Marcelo, Flavio, Diogo, Dodô (SV); Fabinho, Romário (VOT).

 

 

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password