Dupla é perseguida pelo helicóptero Águia após assalto

Dois homens foram presos na segunda-feira, dia 4, por assalto a uma residência no Jardim Nazareth, em Rio Preto. Houve perseguição por diversas ruas e o helicóptero Águia da Polícia Militar precisou ser acionado depois que os dois suspeitos entraram em uma mata, próximo a um córrego ligado ao Bosque Municipal.

A polícia foi informada do assalto pela vítima, a auxiliar de enfermagem A.R.G, de 39 anos, que estava saindo da residência na qual trabalhava, quando foi surpreendida pelos criminosos. Os ladrões anunciaram o assalto e roubaram o celular e R$ 20 em dinheiro.

A auxiliar de enfermagem disse que estava saindo da casa com seu paciente, um idoso de 78 anos, para um passeio de carro, quando foi abordada pelos criminosos que entraram na garagem. Um deles estava com a mão dentro da camiseta, sugerindo estar armado. “A gente precisa olhar antes de abrir o portão. Sair de casa está muito perigoso”, disse.

Eles pegaram o celular e a bolsa da enfermeira, mas quando ela pediu que deixassem a carteira, eles pegaram o dinheiro e jogaram o restante no chão. Ao perceber que estavam a pé, a vítima resolveu segui-los de carro e ligou para a Polícia Militar do celular de seu paciente. No momento de raiva, a enfermeira disse, inclusive, que faria algo que não é recomendado pela polícia. “Se eu soubesse que não estavam armados eu tinha ido para cima”, disse a mulher.

Com o apoio do helicóptero Águia, a PM capturou Paulo Ricardo Ferreira Elias, de 22 anos, e Leonardo Aparecido da Silva, de 23 anos, em diferentes locais. O primeiro foi localizado ainda dentro da mata e, com ele, foi encontrado R$ 20, dinheiro que teria sido roubado da vítima. O segundo suspeito foi encontrado há quase um quilômetro do primeiro, debaixo de um viaduto no bairro Vila Elmaz, e, segundo a polícia, confessou ter jogado na mata o aparelho celular roubado, que foi encontrado posteriormente.

A vítima reconheceu ambos como autores do crime por meio de fotos tiradas pela polícia. Paulo e Leonardo foram presos em flagrante e encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Rio Preto, onde permanecem à disposição da Justiça.

Colaborou Laura Karan – diarioweb.com

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password