Dupla de assaltantes com moto apavora vítimas; Polícia Militar fecha o cerco com operação “Cavalo de Aço”

Uma dupla de assaltantes vem amedrontando suas vítimas e causando pânico em Votuporanga. Os assaltantes em uma motocicleta de cor preta vem agindo constantemente pelas ruas da cidade e a Polícia já tem as características dos indivíduos e a identificação e, consequentemente prisão deles é questão de tempo.

Somente nos últimos cinco dias, foram quatro crimes desta natureza, entre tentativa e o roubo consumado. Na noite desta segunda-feira, os assaltantes ocupando uma motocicleta agiram novamente e, desta vez, causando lesões em uma de suas vítimas.

A onda de assaltos a pedestres vem preocupando e muito o comando da Polícia Militar, tanto que vem fazendo diversos cercos e blitz pelas ruas da cidade para tentar identificar os criminosos.

Na noite do último domingo, o comandante-interino da Polícia Militar de Votuporanga – tenente Takebi, determinou o desencadeamento da operação “Cavalo de Aço”, que consiste em fiscalizar as motocicletas que estão circulando pelas ruas da cidade.

A maior reclamação é de que muitas motos vendidas em leilões realizados recentemente estão circulando sem documentação e com placas, chassi e motores adulterados. E, muitas dessas motocicletas estão sendo usadas na prática desses crimes de roubos.

Na noite desta segunda-feira, uma mulher foi vítima das ações desses criminosos, ficando inclusive ferida na queda de sua moto. A tentativa de roubo aconteceu no cruzamento das ruas Mato Grosso com a Sete de Setembro, dois rapazes em uma moto preta abordaram a vítima que estava em outra moto, anunciaram o assalto, exigindo que ela entregasse sua bolsa.

Contudo, a bolsa ficou enroscada em seu corpo e os assaltantes se assustaram, fugindo do local sem levar o que queriam. Na ação a vítima sofreu queda ao solo, machucando braços e pernas. Ela foi socorrida por uma unidade do SAMU à UPA (Unidade de Pronto Atendimento), onde foi medicada e liberada. Uma hora antes deste delito, outra moça – uma estudante foi vítima dos ladrões que levaram seus pertences pessoais – material escolar e documentos. A vítima disse que não tinha dinheiro.

Os casos estão sendo apurados pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Votuporanga.

votunews

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password