Dois motociclistas morrem em colisões com árvores

Foi enterrado na manhã de ontem no Cemitério Municipal de Votuporanga o desempregado Luiz Santana Vieira dos Santos, de 21 anos, mais conhecido como “Luizinho”, que morreu após bater em uma árvore enquanto dirigia uma motocicleta pela avenida João Gonçalves Leite, na madrugada de anteontem.

De acordo com o boletim de ocorrência, policiais militares que estavam em frente ao Assary Clube de Campo foram avisados por volta das 4h30 por pedestres que um homem estava caído algumas quadras de distância dali.

Os policiais foram até o local indicado, a alguns metros da escola Sebastião Almeida Oliveira (SAO), e encontraram um homem caído, aparentemente sem vida, próximo a uma árvore e ao lado de uma motocicleta Honda/CBX 250 Twister com placa de Parisi.

Santos estava sem documentos e somente foi identificado horas depois. No bolso da calça dele os policiais encontraram R$ 70 e um invólucro com cocaína. Ele chegou a ser atendido pela unidade de resgate do Corpo de Bombeiros, mas a morte foi constatada no local. A moto era emprestada por um amigo.

O caso foi registrado pela polícia como homicídio culposo na direção de veículo automotor. Natural de Votuporanga, Santos morava na rua Rio Colorado, nº 2492, no Pró-Povo.

 

São João do Marinheiro

A segunda morte por acidente de moto durante o fim de semana na região aconteceu na noite de sábado. Gilson Sales Sobrinho Jr, 21, morreu em São João do Marinheiro, distrito de Cardoso.

O jovem estava em uma moto na vicinal entre São João do Marinheiro e Mira Estrela, quando saiu da pista e colidiu contra uma árvore. Gilson chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas faleceu no pronto socorro de Cardoso. A vítima morava no distrito e seguia para uma festa de peão na cidade vizinha.

André Nonato

andre.nonato@diariodaregiao.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password