DISE de Fernandópolis desmantela esquema de tráfico de drogas próximo a escola

Da Redação

Após sucessivas denuncias anônimas ligando uma mulher de 47 anos a um esquema de trafico de drogas no bairro Vila Mariana, agentes da DISE Fernandópolis desmantelaram nesta semana o esquema que contava com a ajuda de dois adolescentes.

Segundo informações os traficantes haviam improvisado um acampamento em um matagal nas proximidades de uma salão de eventos conhecido como “Galeria Triller” e da Escola Pedro Malavazi, onde era realizado a pesagem e embalagem das drogas. O adolescente identificado apenas como Cauan, filho adotivo da mulher envolvida e um amigo deste, também adolescente, identificado apenas como “MATIUCA”, participavam do esquema

Na manhã desta segunda-feira (03), diante de nova informação de ocorrência de venda de drogas no  local, policiais desta DISE foram verificar, quando observaram que Mateus, estando a conversar com sua genitora por sobre o muro da casa, ao perceber a aproximação dos policiais, se voltou para dentro da residência, quando atirou um pequeno invólucro por cima do telhado da casa vizinha.

Ao realizar a busca pelo local citado, agentes encontraram a sacola atirada pelo rapaz que continha em seu interior sete porções de cocaína, embaladas individualmente em plástico, pesando 6,81g, e cinquenta e duas porções de crack,também embaladas individualmente em plástico e papel alumínio, pesando 15,25g.

Vistoriando o interior da casa da autuada, foram encontradas, dentro de um colchão, numa trouxinha plástica com trinta e sete porções de crack, embaladas individualmente em plástico e papel alumínio, pesando 11,06g; uma porção maior de crack fragmentado, envolvida num pedaço de plástico, pesando 11,55g; e duas porções de maconha, embaladas individualmente, pesando 1,76g.

No local foram encontrados ainda dinheiro e alguns objetos utilizados no fracionamento e embalagem das drogas, como vela, tesouras, facas, rolo de saquinhos plásticos, retalhos de sacolas plásticas.

As várias informações anonimas precedentes, também indicavam como participante do trafico o averiguado Iran, que é pai do adolescente infrator CAUAN, o qual não se encontrava no local dos fatos, tendo aqui comparecido durante a lavratura do flagrante e foi ouvido em declarações, negando tais crimes e alegando que não mais reside ali, tendo se separado da mulher envolvida.

 

A autuada foi encaminhada para a Cadeia Pública de General Salgado, enquanto os adolescentes infratores, sendo caso de não liberação em face da gravidade dos crimes a eles atribuídos, sendo o tráfico equiparado aos hediondos, foram encaminhados para a Cadeia Pública de Guarani dOeste, devendo permanecer em apartado dos demais detentos e ser apresentados perante o Promotor de Justiça Curador da Infância e Juventude da Comarca

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password