Diretoria da FEV presta contas a curadores

A diretoria da Fundação Educacional de Votuporanga (FEV) prestou contas de todo o trabalho desenvolvido durante o 1º Semestre de 2013 ao Conselho de Curadores da Instituição. O evento, que visa a dar continuidade à transparência sempre evidenciada pela atual gestão, foi realizado na manhã do último sábado, no auditório da Cidade Universitária.

Durante a explanação coordenada pelo presidente da Instituição, o engenheiro agrônomo Nelson Thomé Seraphim Junior, foram abordados os diversos eventos realizados pela FEV; as parcerias firmadas para o oferecimento de novas capacitações, oportunidades e cursos, como é o caso do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec); os repasses feitos mensalmente a algumas entidades do município, como a APAE, o Lar São Vicente de Paulo e a Santa Casa; a gestão orçamentária de todas as mantidas, seus respectivos investimentos e resultados, e os índices educacionais conquistados pelo Centro Universitário de Votuporanga recentemente.

De acordo com Seraphim Junior, todas as conquistas alcançadas até o momento não seriam possíveis sem o esforço de todos os colaboradores e estudantes.

“São eles que mantêm a Instituição de todas as formas. São as mensalidades dos alunos, por exemplo, que geram os recursos necessários para os investimentos em infraestrutura e pessoal. Além disso, somos gratos pela competência e dedicação de todos. A união de esforços resultou nos excelentes desempenhos em avaliações educacionais importantes, que nos projetaram entre as melhores Instituições de Ensino Superior privadas do Estado e do país”, afirmou.

Novidade

Diante de tantas notícias boas a comemorar, o presidente da FEV aproveitou a ocasião para adiantar aos curadores os projetos de ampliação da Cidade Universitária.

Segundo Seraphim Junior, a possiblidade de oferecer mais de mil novas vagas gratuitas, por meio do Pronatec, fez com que a diretoria antecipasse a execução de novas obras.

O projeto desenvolvido pelo Núcleo de Arquitetura da UNIFEV, sob a responsabilidade do Prof. Esp. Celso Zuanazzi, prevê a criação de mais dez salas de aula, com capacidade para 100 alunos cada; um bloco de laboratórios, destinados aos cursos de engenharia e arquitetura; novas vagas de estacionamento para carros e motos, e a ampliação da área de convívio e alimentação, que inclui o pátio e a cantina.

Embora já esteja pronto, o presidente destacou que o projeto ainda precisa ser aprovado pelo Conselho de Curadores, para ser executado. “Em breve marcaremos a reunião para autorização de mais esse importante passo para Instituição”, explicou.

O patrono da FEV e também curador, o ex-prefeito Dalvo Guedes, 87 anos, aproveitou a reunião de prestação de contas para adiantar sua opinião sobre a nova proposta da diretoria: “estou extremamente orgulhoso, satisfeito e confiante! Há 47 anos, quanto participei da criação da Fundação, tinha a plena convicção de que chegaríamos aonde estamos hoje. E digo mais, acho que vamos muito além disso”, finalizou.

FEV

A FEV é uma instituição privada, comunitária e sem fins lucrativos, o que significa que ela não possui dono, muito menos verba pública. É mantida, exclusivamente, pela mensalidade de seus alunos e dirigida por uma diretoria, cujo mandato é de três anos, prorrogável por mais três, via reeleição. Todos os diretores são indicados pelos 29 curadores, que representam diversos órgãos e entidades do município.

 

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password