Diretoria alvinegra cogita dispensa de Romário

Dirigentes estão sem notícias do atacante há uma semana; de acordo com presidente, ele só fica se aceitar redução salarial. Romário já marcou 30 gols com a camisa alvinegra desde sua estreia em 2012

 

Herói ou vilão? É difícil definir a relação entre Romário, torcida e diretoria. Maior artilheiro da história do Clube Atlético Votuporanguense, o camisa 9  está na “corda bamba” na Alvinegra. Apesar de ter contrato acertado até o fim da Série A3, a diretoria da Votuporanguense já estuda a dispensa do jogador caso ele não aceite uma redução salarial. Sumiço de uma semana e atitudes durante a Copa Paulista são os motivos da decisão.

De acordo com o presidente da Votuporanguense, Marcelo Stringari, a diretoria tenta contato há uma semana com o atacante para definir sua situação no clube. “Ninguém sabe onde ele está. Nem ele e nem familiares nos procuraram para conversar após a Copa Paulista. Precisamos de uma posição dele para saber se tem a intenção de seguir aqui com um salário mais baixo ou não, até porque temos que inscrever os atletas na Federação Paulista em dezembro”, afirmou.

Segundo o dirigente, o descontentamento com Romário vem desde a expulsão contra o Botafogo e a punição de quatro jogos imposta pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD). “Achamos que ele não rendeu como esperávamos. Por conta de uma expulsão infantil pegou quatro jogos de gancho e ainda faltou de um treino sem justificativa plausível”, explicou.

Para a diretoria alvinegra, a decisão de seguir na Votuporanguense está nas mãos do atacante. “Quando ele reaparecer vamos fazer uma oferta de redução salarial e, se ele aceitar, continua no clube. Fizemos tudo por ele nessa Copa Paulista e agora esperamos que ele também entenda nossa situação e nos ajude. Ele estava sete meses parado, sem jogar, e abrimos a porta no CAV”, contou o presidente Marcelo Stringari.

A diretoria alvinegra espera acertar até a semana que vem a situação dos atletas que possuem contrato com o clube para a Série A3. A maioria deve seguir no elenco, mas alguns jogadores como o lateral-esquerdo Canhoto têm propostas de outros clubes.

 

Dificuldade Financeira

A diretoria da Votuporanguense nunca escondeu de ninguém as dificuldades financeiras encontradas para manter o clube. Diariamente cotistas se reúnem para tentar achar soluções. Com o início do Campeonato Paulista da Série A3 batendo na porta é notório a preocupação de dirigentes na busca por patrocinadores.

De acordo com o presidente Marcelo Stringari, o CAV tem apenas 30% garantido da verba mensal que gastará ao longo da competição. “Temos renovados para o ano que vem apenas alguns patrocinadores. Está difícil, mas vamos seguir lutando para buscar apoio dos empresários locais”, comentou.

Fábio Ferreira

fabio@acidadevotuporanga.com.br

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password