Desenvolvimento Infantil: matéria da Revista EXAME cita Votuporanga como referência

No município, o Programa proporcionou, entre outros resultados, a reorganização da atenção à gestante e à criança a partir da atenção básica

Garantir ao bebê um ambiente saudável e os estímulos certos durante os seus primeiros três anos é o primeiro passo para a formação de uma criança bem desenvolvida. Por se basear nessa premissa, Votuporanga consolida-se hoje como referência na promoção do desenvolvimento infantil, sendo mencionada em matéria de capa da Revista EXAME da semana passada.

A reportagem aborda um grupo cada vez maior de empresários brasileiros que dedica dinheiro, tempo e influência para mudar — para melhor — a cara da filantropia no país. E, entre eles, está o trabalho da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, mantida pelos herdeiros do banqueiro Gastão Vidigal, que criou o Primeiríssima Infância – programa introduzido em Votuporanga desde 2010. “Em Votuporanga, no interior de São Paulo, foram criados espaços lúdicos em unidades de saúde e nos centros de assistência social. Uma lei municipal instituiu a realização anual, sempre em agosto, da semana do bebê – uma série de atividades que vão de cursos para adolescentes grávidas a programas sobre o tema da primeira infância na rádio local”, diz o texto.

A Secretária Municipal de Saúde – Dra. Fabiana Parma, fala sobre a importância de entender a necessidade de se investir nas crianças pequenas para maximizar o bem-estar e qualidade de vida. “A primeira infância é a base para todas as aprendizagens humanas. A otimização dos primeiros anos da vida das crianças é o melhor investimento que poderíamos fazer como sociedade para assegurar um futuro de sucesso”.

Em Votuporanga, o Programa proporcionou, entre outros resultados, a reorganização da atenção à gestante e à criança a partir da atenção básica; a criação e qualificação dos grupos de gestantes e famílias com crianças pequenas nas unidades de saúde, nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e Centros de Educação Municipal de Ensino Infantil (Cemei) – aprimorando o acolhimento e a escuta profissional relacionada as demandas do público atendido; revisão de projetos pedagógicos das creches, estimulando que o cuidado não seja trabalhado isoladamente, mas sim aliado a uma função pedagógica; maior participação do pai no pré-natal e no parto, devido ao maior estímulo realizado pelos profissionais e pela reorganização dos horários dos atendimentos; visita das gestantes à maternidade; protocolos de pré-natal, puerpério, parto e puericultura – envolvendo aspectos emocionais e sociais do desenvolvimento infantil; criação de espaços lúdicos nas unidades de saúde e Cras.

De acordo com o Ministério da Saúde, o parto normal é o desfecho natural de uma gravidez, pois é um tipo de parto cuja recuperação é mais rápida e que não requer procedimentos invasivos. Em Votuporanga, o aumento no índice de partos normais realizados pelo SUS, entre 2013 e 2014 mostrou-se satisfatório – subindo de 100 para 141, ou seja, de 9 para 13%, em apenas um ano.

A participação de mães e gestantes nos grupos de apoio, também tem crescido substancialmente. Para se ter uma idéia, em 2013, 174 mães participavam do grupo de aleitamento materno, hoje, são 218 – um aumento de 25,28 %. O apoio profissional é importante nessa fase, ajudando a esclarecer questionamentos e oferecendo informações que facilitem o aleitamento materno.

O número de consultas de pré-natal também vem aumentando significativamente de um ano para o outro, um acréscimo de 84 para 88%. Em 2013, das 1070 gestantes, 908, foram submetidas a sete ou mais consultas de pré-natal. No ano seguinte, 945 mães, do total de 1074, fizeram sete ou mais consultas pré-natais. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda às gestantes a realização de, pelo menos, sete consultas de pré-natal. Todas essas ações contribuem para a diminuição da mortalidade infantil, materna e fetal.

Para a articuladora local do Programa, a enfermeira, Karen Silva, o município vem incorporando conhecimentos da perspectiva de promoção do Desenvolvimento Infantil em todas as esferas da gestão, o que reflete no aprimoramento dos serviços oferecidos às gestantes e crianças pequenas da cidade. “Este programa foi idealizado para qualificar o atendimento e o cuidado que favoreça o pleno desenvolvimento da criança de zero a três anos” – destaca Karen.

Semana do Bebê

Excelentes resultados foram obtidos avanços quanto à mobilização comunitária, como a realização das Semanas do Bebê.  Em Votuporanga, a Semana do Bebê deu certo; para ela foi aprovada uma lei municipal que institucionaliza este evento.  Neste ano, entre os dias 8 e 15 de agosto, a 5ª edição da Semana do Bebê será promovida no município.

Neste período, a Prefeitura de Votuporanga realiza atividades e palestras gratuitas para ensinar as mães de primeira viagem e também orientar as que já têm um filho. O evento tem parceria da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal e Unifev.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password