Desaparecimento de mulher intriga a polícia da região

O desaparecimento de uma mulher mobilizou praticamente toda a Polícia Civil e a Polícia Militar de Votuporanga durante o dia de ontem. A secretária Érica Diogo de Oliveira Guilherme, de 33 anos, saiu de casa para fazer compras em um supermercado da cidade na noite da última quinta-feira e até a noite de ontem, continuava desaparecida.

 

Imagens do circuito interno de segurança do estabelecimento mostram a vítima sendo abordada por um indivíduo no estacionamento, que entrou no carro dela, antes do veículo sair do local. Por todo dia, o efetivo das duas polícias fez buscas pela cidade e pela região, tentando decifrar pistas que levem ao paradeiro dela.
Segundo o boletim de ocorrência, o marido de Érica, o comerciante Alexandro Donizete Guilherme, de 38 anos, compareceu ao Plantão Policial, informando que por volta das 19h50 de quinta, a esposa saiu de casa, na rua Japão, no Parque das Nações, ocupando um automóvel Fiat Pálio, com placas EPN-7742 de Votuporanga, dizendo para a filha do casal, que iria até um supermercado, localizado na avenida Brasil, para comprar cestas de Natal.
Como ela não retornou, a família preferiu comunicar a polícia. Alexandro informou também que é casado com Érica a 17 anos e possuem um excelente relacionamento. Ela saiu de casa levando consigo um cartão de débito e um talonário de cheques.

Imagens
Imagens do circuito interno de segurança do supermercado flagraram a ação de um provável criminoso. Um homem, empurrando uma mala, entrou no estacionamento e ficou por um longo período sentado em um banco, bem na porta de entrada do supermercado. Segundo informações, ele poderia estar escolhendo vítimas. Após várias mulheres entrarem e saírem acompanhadas do local, a imagem mostra o indivíduo seguindo Érica, que estava sozinha, rumo ao local onde o automóvel dela estava estacionado.
Quando ela entrou no carro, no lugar do motorista, o indivíduo entrou pela mesma porta. A imagem não é nítida, mas ao que tudo indica, a vítima foi empurrada para o banco de passageiros, enquanto o desconhecido assumiu o volante e deixou o local.

Família
A filha da vítima contou à reportagem que Érica teria combinado de ir ao centro da cidade com a avó, na noite de quinta-feira, mas a vítima teria informado que antes passaria no supermercado para fazer compras. O registro das câmeras mostrou que a vitima chegou ao supermercado às 20h06 e saiu por volta das 20h30.
Os dois entraram no veículo, sendo que o homem assumiu a direção e a vítima ficou no banco passageiro. Ela afirmou também que a vida da família estava tranquila, e não haviam ameaças.

Valentim Gentil
No início da tarde, surgiu uma informação do município vizinho de Valentim Gentil. Por volta das 20h37, o cartão bancário da vítima foi utilizado para abastecimento do automóvel, em um posto de combustíveis, no valor de R$30. A família da vítima informou que não recebeu contato algum e que o celular de Érica estava fora de área. Na última vez que foi vista, ela trajava uma blusa verde e um short preto de couro.

Buscas
Durante todo o dia, Polícia Civil e Militar uniram esforços e serviços de inteligência à procura de Érica. Se nada mudou na madrugada de ontem para hoje, até o helicóptero Águia pode ser solicitado nas buscas. A Polícia Militar realizou diligências nos quatro cantos da cidade, mas até às 20h de ontem, momento de encerramento da reportagem, nada havia sido localizado.

Érica
Érica Diogo de Oliveira Guilherme tem 33 anos e mora na rua Japão, no Parque das Nações. É de pele branca, tem olhos castanhos escuros, cabelos lisos, até o meio das costas, louros, com 1,60m de altura, 57 quilos, além de ter uma tatuagem de galho com borboletas na região lombar. Qualquer informação que possa levar ao paradeiro da moça pode ser informada no telefone 190 da Polícia Militar. (Jociano Garofolo) (Colaborou Karolline Bianconi)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password