Desabamento em estádio do Água Santa deixa feridos

Laje do Estádio do Água Santa, de Diadema, rompeu e destruiu parte da arquibancada que estava sendo reformada (Foto: Marcelo Goncalves/Sigmapress/Estadão Conteúdo)

Três pessoas ficaram feridas após um desabamento durante as obras do Estádio José Batista Pereira Fernandes, em Diadema, região do ABC, na manhã deste sábado (7). O estádio passa por reformas para poder sediar, em 2016, os jogos do Esporte Clube Água Santa, que pela primeira vez garantiu acesso à divisão de elite do Campeonato Paulista.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a estrutura de concreto de uma das arquibancadas, de aproximadamente 300 metros, desmoronou por volta das 10h. Os escombros atingiram dois operários que tiveram ferimentos leves, e chegaram a soterrar parcialmente um terceiro trabalhador, cujo estado de saúde não foi divulgado.

As vítimas foram socorridas pelos bombeiros e encaminhadas a hospitais da região. O G1 tentou ouvir representantes do Água Santa neste sábado (7), mas não conseguiu contato pelo telefone da sede do clube.

Três pessoas ficaram feridas no desabamento ocorrido no estádio em Diadema neste sábado (7) (Foto: Marcelo Goncalves/Sigmapress/Estadão Conteúdo)Três pessoas ficaram feridas no desabamento ocorrido no estádio em Diadema neste sábado (7) (Foto: Marcelo Goncalves/Sigmapress/Estadão Conteúdo)

Obras para o Paulistão 2016
O Estádio José Batista Pereira Fernandes, também conhecido como Distrital de Inamar, recebe as partidas do Esporte Clube Água Santa. O time de Diadema se profissionalizou em 2012 e teve uma ascensão “meteórica”. Depois de disputar a quarta divisão do Campeonato Paulista em 2013, conseguiu três acessos consecutivos e, no ano que vem, pode fazer sua estreia na Série A-1.

Pode porque, apesar do acesso no campo, o clube ainda não está garantido na elite do estadual. O Distrital de Inamar não possui a capacidade mínima estabelecida pela Federação Paulista para receber os jogos da primeira divisão, que é de 10 mil pessoas. Justamente para se adequar ao regulamento, o estádio passava pela reforma.

O Água Santa foi até vetado do sorteio dos grupos para o Campeonato Paulista de 2016, realizado na quarta-feira (4). A equipe corre o risco de ser substituída pelo Mirassol, que terminou a segunda divisão do ano passado na quinta colocação.

Segundo o Globoesporte.com, o veto ocorreu após uma visita do coronel Marcos Marinho, chefe de segurança dos estádios, ao Distrital de Inamar.

O presidente do Água Santa, Paulo Sirqueira, contestou a decisão na ocasião. Em entrevista ao Globoesporte.com, ele garantiu que as obras estavam dentro do cronograma. De acordo com o mandatário, laudos de dois engenheiros e dos bombeiros foram enviados à Federação Paulista para comprovar a capacidade do estádio e regularizar a situação.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password