Deputado Dado é um dos mais influentes na Câmara

O DIAP (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) divulgou uma lista com os 100 deputados e senadores “cabeças” do Congresso Nacional e os parlamentares em ascensão.

Novamente, o votuporanguense João Dado aparece na relação entre os deputados mais influentes do Estado de São Paulo e do partido PDT.

Os “cabeças” do Congresso Nacional são, na definição do DIAP, aqueles parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais pelo exercício de todas ou algumas das qualidades e habilidades aqui descritas. Entre os atributos que caracterizam um protagonista do processo legislativo, destaca-se a capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, senso de oportunidade, eficiência na leitura da realidade, que é dinâmica, e, principalmente, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão. Enfim, é o parlamentar que, isoladamente ou em conjunto com outras forças, é capaz de criar seu papel e o contexto para desempenhá-lo.
Em entrevista ao jornal A Cidade, Dado comentou sobre a lista do Departamento. “O DIAP leva em consideração um número de projetos e ações que o parlamentar desenvolve para resolução de conflitos entre os Poderes Executivo e Legislativo”, disse.
Sobre suas conquistas, o deputado apontou dois acontecimentos deste ano: os avanços na socioaprendizagem e sua atuação junto à comissão de orçamento. “Na socioaprendizagem conseguimos acordo para resolver esta questão. É uma conquista notável da história legislativa deste ano. Também acredito que meu trabalho junto à comissão de orçamento contribuiu com este destaque”, afirmou.
O deputado configura a lista dos cabeças pela quarta vez. Sobre sua influência no partido, Dado disse que para todas as matérias tributárias, voltadas para a economia, ele exerce uma liderança.
“Recebo essa lista com humildade, preciso trabalhar mais para o meu povo e minha gente”, concluiu.

A pesquisa
A pesquisa inclui apenas os parlamentares que estavam no efetivo exercício do mandato no período de avaliação, correspondente ao período de fevereiro a julho de 2013.
Entre os 100 parlamentares que comandam o processo decisório no Congresso, 61 são deputados e 39 são senadores. Os dois partidos com maior número de parlamentares na elite são o PT, ao qual é filiada a presidente da República, e o PMDB, partido do vice-presidente da República e dos presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. O terceiro em número de parlamentares, PSDB, é também o terceiro em influência, à frente do PDT, que é o quarto entre os “cabeças” e o nono na bancada federal. 

Andressa Aoki

andressa@acidadevotuporanga.com.br
 $

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password