DENGUE: em três meses, quase 500 casos são registrados

Segundo a proporção, são cerca de 6 casos por dia; média diária mais que dobrou com relação ao mesmo período do ano passadoVotuporanga registrou, em menos de três meses, 498 casos de dengue. Conforme já divulgado pelo Diário, a cidade já vive uma epidemia da doença. Este é o segundo ano consecutivo que o município passa pela mesma situação.
Votuporanga enfrenta a epidemia da doença, após a oficialização da confirmação do diagnóstico de dengue por critério clínico-epidemiológico, por meio da divulgação, em 28 de fevereiro.

A medida se deve ao fato de o município ter atingido um coeficiente de incidência da doença maior que 300 casos/ 100 mil habitantes, no período de sazonalidade da dengue (junho de 2013 a fevereiro de 2014).

Em 2013, 1.454 pessoas pegaram a doença e neste ano já foram confirmados quase 500 casos. Segundo a estatística, em 2014 foram cerca de 6 novos casos por dia, o dobro da média diária registrada ano passado, quando 208 pessoas pegaram a doença entre os meses de janeiro e março.
Em 2013, a Secretaria de Saúde notificou 2.459 casos de dengue, sendo 1.454 positivos.Ações
Na última semana, a Secretaria Municipal de Saúde convocou uma reunião junto ao comitê de dengue, a fim de discutir e planejar ações intersetoriais de apoio ao município no combate ao mosquito transmissor da doença. Na oportunidade, a Vigilância Epidemiológica apresentou as atividades em andamento para conter o avanço da dengue, como a divulgação do material orientativo, capacitações voltadas aos profissionais da saúde e visitas in loco nos pacientes com a doença.
Os agentes comunitários de saúde de Votuporanga passaram por orientação. Uma capacitação foi ministrada pela médica responsável da Vigilância Epidemiológica, Dra. Regina Silvia Chaves para apresentar o panorama da doença no município e as ações de controle.
A Secretaria Municipal de Saúde ainda realizou treinamento com as gerentes e médicos da rede das Unidades de Saúde para o diagnóstico precoce da dengue. Todas as ações realizadas fazem parte de um conjunto de estratégias de enfretamento da dengue em Votuporanga.

Medidas de Controle
A Secretaria de Saúde orienta a população para o controle da doença no município, incluindo, o recolhimento dos criadouros existentes nos quintais, retirando a água acumulada após as chuvas, a fim de se evitar o surgimento de larvas e mosquitos do aedes aegypti.

Região
Seis cidades da região noroeste paulista correm o risco de enfrentar uma epidemia de dengue neste ano. Andradina, Araçatuba, Álvares Florence, Catanduva, Mirassol e Santópolis do Aguapeí. Os dados são do Ministério da Saúde e revelam ainda que outros 24 municípios estão em estado de alerta.

O levantamento feito em parceira com as prefeituras calcula a quantidade de larvas encontradas nos imóveis. São José do Rio Preto (SP) não aparece na listagem do governo, mas a segundo a Secretaria Municipal de Saúde, apresenta índice de 3,2% de infestação e automaticamente entra para o grupo de cidades em estado de alerta.
Em Araçatuba (SP), foram registrados nos dois primeiros meses deste ano 199 casos da doença.
No mesmo período do ano passado a cidade tinha 239 pessoas contaminadas. Em Rio Preto, nove pessoas morreram em 2013 por causa da dengue e 18.694 casos confirmados. Em 2014, são 36 diagnósticos positivos.
 Fernanda Ribeiro Ishikawa – Diario de Votuporanga

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password