Delegado diz que empresário desaparecido pode estar fugindo

As hipóteses de crimes, como sequestro ou roubo, estão descartadas do caso de desaparecimento do empresário Demival Vasques Filho, de São José do Rio Preto (SP), de acordo com as investigações da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) divulgadas nesta quarta-feira.

O jovem de 29 anos “pode estar fugindo de alguma situação”, segundo o delegado José Augusto Fernandes, que está cuidando do caso.

Fernandes apurou que Vasques Filho ficou hospedado sozinho, do dia 1º ao dia 3 de julho, em uma pousada de Foz do Iguaçu (PR). “Ele fez compras no Paraguai, porque ele estava sem roupa nenhuma, depois voltou à pousada”, afirma o delegado. O carro do empresário foi identificado por câmeras de segurança cruzando a Ponte da Amizade, que liga o Brasil ao Paraguai, na terça-feira.

“Segundo o proprietário do estabelecimento ele saiu de lá ontem por volta do meio-dia. É difícil falar porque ele ainda não fez contato com a família, deve estar acontecendo algo entre eles”, revela. O dono da pousada encaminhou fotos ao delegado, que comprovam que o empresário esteve lá.

A família reconheceu a assinatura de Demival na ficha da pousada. “Eram duas assinaturas. Uma está um pouco diferente, mas a outra eu tenho certeza que é dele”, afirma a irmã, Débora Vasques. No entanto, os familiares fazem questão de ressaltar que não viram imagens do empresário e nem têm notícias sobre o paradeiro dele.

A irmã conta que o Vasques Filho não tinha problemas financeiros, nem familiares, e estava feliz e cheio de planos profissionais e pessoais, pois ele é noivo há cinco anos. Procurada pela reportagem, a noiva, Janaína, não quis comentar o assunto.

Débora afirma que a notícia deu mais tranquilidade à família. “Isso nos conforta porque sabemos que ele está vivo. O nosso medo era que ele tivesse sido assassinado ou sequestrado”, diz. “O que nos aflige é que não conseguimos entender o motivo desse sumiço”, revela.

A família do empresário não descarta a possibilidade de ele ter viajado para a Argentina para encontrar um amigo. “Nós entramos em contato com esse amigo e ele não sabia de viagem nenhuma e nem viu o Demi”, explica Débora. “Não é do perfil dele esse tipo de atitude, ele nunca saiu de casa sem avisar”, conta a irmã. De acordo com ela, o amigo argentino disse que avisaria se o empresário aparecesse por lá, mas até agora não fez contato.

 

Desaparecimento
Desde a madrugada do último sábado, quando comemorou seu aniversário de 29 anos com os amigos em uma chácara, o empresário Demival Vasques Filho não voltou para casa. Ele foi visto pela última vez às 2h de sábado, quando deixou a comemoração. O celular de Vasques Filho está desligado e por isso não foi possível realizar o rastreamento. O jovem trabalha com investimentos na bolsa de valores e recentemente promoveu um festival de rock em São José do Rio Preto. A família e os amigos iniciaram uma campanha no Facebook para que mais pessoas auxiliem na busca.

 

Repercussões nas redes sociais
A situação virou motivo de piadas nas redes sociais depois que o delegado descartou a possibilidade de crime. Alguns usuários de São José do Rio Preto e de outras cidades do País que participaram da corrente para auxiliar nas buscas por Demival estão compartilhando frases e imagens com piadas sobre o sumiço do rapaz.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password