Delegado da DIG ouve suspeito de duplo homicídio

Um dos suspeitos detidos durante as investigações do duplo homicídio, que vitimou Cleber Henrique de Jesus, 30 anos, e sua filha Milena Barbosa de Jesus, 13, no bairro Jardim das Palmeiras I, foi ouvido na tarde de ontem pelo delegado da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), Márcio Nobuyoshi Nosse. 
De acordo com o delegado, em seu primeiro depoimento, o suspeito negou qualquer participação. “Ele disse que no momento que o crime aconteceu, estava em sua própria residência, assistindo televisão. Como mora próximo ao local, chegou ver a movimentação e também negou qualquer participação” disse Nosse.
Além de negar participação, o suspeito teria revelado dois nomes dos possíveis autores. “Ele citou dois nomes, um deles inclusive já foi ouvido. Todos os nomes que forem citados serão inquiridos na investigação” , comentou o delegado.
Questionado sobre a possível liberação do suspeito, Nosse diz que, a princípio, ele continuará preso. “É um investigado e as evidências dos autos contradizem a versão dele. Portanto, continuará detido” afirmou.  
“Outras investigações estão em andamento e outros nomes estão surgindo” concluiu o delegado.
O suspeito, que não teve nome divulgado, se entregou no último dia 3,. Ele estava com o advogado  de defesa – na época Cláudio Ferro – que veio abandonar o caso nesta semana. Agora quem assumiu  foi Marcos Gianeze.
O crime
No dia 20 de novembro, por volta das 20h15, Cleber Henrique de Jesus, 30 anos, estava no interior de um bar, localizado na rua Miguel Andreo, junto a sua filha Milena Barbosa de Jesus, 13 anos. Dois homens, em uma motocicleta preta, pararam em frente ao estabelecimento e o garupa, trajando roupas pretas e touca ninja, desceu com arma em punho e foi em direção a Cleber efetuando uma série de disparos. 
Um dos tiros atingiu a nuca de Cleber, que teve morte instantânea. A adolescente também foi alvejada no abdômen. Ela chegou a ser socorrida por populares até a Santa Casa de Votuporanga, onde foi submetida a processo cirúrgico, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois.(Alex Pelicer –  A cIdade)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password