Decoração natalina sugere reflexões sobre o uso do espaço público

Proposta usa como referência a Teoria da Deriva, um estudo do pensador francês Guy Debord, que analisava ações do ambiente urbano nas condições emocionais das pessoas

Quem anda pelas ruas de Votuporanga já pode notar os enfeites tradicionais desta época do ano. A Prefeitura de Votuporanga, por intermédio da Secretaria da Cultura e Turismo, com a concepção artística de Marcelo Zamora e dos cenógrafos Maurício Fuscaldo e Vângelis Lopes, já está finalizando a decoração natalina em praças e na Estação Ferroviária.

Com o tema Brisas de Natal, a decoração este ano sugere reflexões sobre o uso do espaço público e utiliza como referência a Teoria da Deriva, um estudo do pensador francês Guy Debord, que analisava ações do ambiente urbano nas condições emocionais das pessoas e postulava que “partindo de um lugar comum e permitindo que o meio urbano crie os caminhos, a cidade pode ser tornar um espaço de libertação”.

A montagem instiga o cidadão a transitar pela cidade, reconhecer e descobrir Votuporanga com a proposta de um novo olhar sobre a geografia urbana. “Tendo como inspiração referências fantásticas de filmes, contos e imaginário popular em diálogo com o período natalino, a decoração é composta de ‘espaços cenográficos’, na área central e estação ferroviária, que reúnem elementos da tradição, contemporaneidade, cotidiano e provocam certo estranhamento, despertando no cidadão a capacidade, e necessidade de imaginar, liberar a criança interior e se permitir levar pela fantasia, o sonho e o jogo de possibilidades”, explicou Zamora, responsável pelo projeto.

Todo o material utilizado na decoração foi reaproveitado de eventos anteriores ou recuperado do lixo. “Utilizamos como base os 5Rs, que envolvem o refletir sobre o consumo; recusar materiais que não sejam biodegradáveis; reduzir para evitar o desperdício; reutilizar e reaproveitar determinados objetos para outras funções e reciclar e transformar materiais usados em novos produtos”, destacou ainda Zamora.

De acordo com a secretária da Cultura e Turismo, Silvia Brandão Cuenca Stipp, “a partir destes conceitos e o mapeamento do que estava disponível, a decoração foi confeccionada com responsabilidade social e ambiental, reaproveitando materiais. Esperamos que a população de Votuporanga e região venha conhecer e usufruir os espaços”.

As instalações foram inspiradas em temas de filme. Na área central ficarão expostas a Árvore de Natal e outras árvores customizadas na Praça da Matriz; Atlântida – a cidade perdida e o trenó na fonte luminosa; a Terra do Nunca, árvore Avatar e o Presépio na Praça Cívica; o Escritório do Papai Noel na Escola Municipal de Artes e o Vídeo mapeamento na fachada de um prédio no Calçadão. E na estação ferroviária foi montada a Vila do Papai Noel. Todos os espaços estarão prontos até o dia 8 de dezembro e ficarão disponíveis para visitação até o dia 4 de janeiro de 2015.

 

Ficha Técnica Brisas de Natal:

 

Concepção artística – Marcelo Zamora

Restauro e criação de cenografia – Maurício Fuscaldo

Vídeo mapeamento – Vângelis Lopes

Realização: Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria da Cultura e do Turismo

 

5Rs:

 

Reflita sobre o consumo desenfreado que causa degradação ambiental e social;

Recuse materiais que não sejam biodegradáveis;

Reduza o desperdício e repense seus hábitos diários;

Reutilize e reaproveite determinados objetos para outras funções;

Recicle e transforme materiais usados em novos produtos.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password