De novato a renovado, Corinthians vê luta por vaga única no meio-campo

Luciano e Danilo fazem sombra a Jadson por posto de armador de jogadas da equipe; Renato Augusto volta, e Rodriguinho corre por fora

O técnico Mano Menezes tenta dar estabilidade à versão 2014 do Corinthians com um meio-campo reforçado e apenas um meia fazendo a ligação com o ataque. A mudança de esquema deu resultados, tanto que levou o time a três vitórias seguidas no Campeonato Paulista. Por outro lado, intensificou a disputa por vaga de “número 1” no meio, esse jogador responsável pela armação de jogadas. Hoje, a vantagem é de Jadson. Mas a concorrência não lhe dará vida fácil.

Do novato Luciano ao animado Danilo, de contrato renovado, passando por Renato Augusto e Rodriguinho. Características e momentos diferentes, mas mesmo objetivo: conquistar um lugar na nova equipe de Mano. Com exceção de situações específicas de jogo, Mano deve manter o meio-campo com Ralf recuado, Guilherme e Bruno Henrique fazendo uma linha de dois volantes que saem mais para o jogo, e um meia mais avançado, na vaga de desejo de todos os nomes citados acima.

Contra o Linense, quarta-feira que vem, em Lins, Jadson deve ser mantido – até porque teve ótimo início em quatro jogos pelo Corinthians. Mas, pela primeira vez na temporada, os outros quatro devem estar à disposição.

Isso porque Renato Augusto está em fase final de preparação física especial para evitar lesões durante a temporada. Contratado por mais de R$ 9 milhões no início de 2013, Renato precisa de uma sequência de jogos para brigar por vaga. Mano Menezes avisou que ele terá de se adaptar ao novo esquema e disputar um lugar único com os outros concorrentes.
“Estamos achando um padrão e quero mudar o mínimo possível. Hoje, penso que essa é a melhor maneira de o Corinthians jogar. Os resultados ajudam, mas queremos buscar esse entrosamento maior, porque podemos jogar mais”, afirmou Mano.

Luciano e Danilo são os mais fortes em uma eventual disputa, mas em situações bem diferentes. O primeiro foi contratado do Avaí há duas semanas, estreou com dois gols e uma assistência, mas será “blindado” pelo Corinthians para evitar que se queime etapas em sua evolução.

O segundo está no clube desde 2010, foi fundamental nos principais títulos dos últimos anos e renovou contrato até julho de 2015. Mesmo com todo o currículo, ele pretende mostrar trabalho para retomar uma posição entre os titulares. E acredita que todos terão uma chance durante o ano.

“A disputa é boa, e com a chegada do Jadson deu mais qualidade ainda. Quanto mais jogadores chegarem, melhor para nós. Tem desgaste, daqui a pouco as lesões aparecem, e todo mundo terá oportunidade. Espero que eu possa entrar, jogar e corresponder”,  analisou Danilo.

Contratado do América-MG, Rodriguinho está um pouco atrás dos concorrentes. Assim como Danilo, ele começou o ano como titular, mas não convenceu e voltou para o banco. Relacionado para os últimos jogos, o meia pode ser opção para dar velocidade maior ao setor ofensivo. (O Jornal)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password