Cúmplice de executar a jovem Camila será julgado em abril

Um dos envolvidos com a execução da jovem Camila de Jesus Lopes, de 21 anos, morta com tiro na cabeça na rua Maranhão, próximo ao cruzamento com a avenida Prestes Maia, em Votuporanga, no dia 26 de julho de 2012, vai a júri popular no dia 12 de abril deste ano. Rogério Schiavo é acusado de ter conduzido a motocicleta ao local onde a vítima estava, levando na garupa o autor dos disparos, um adolescente.

 

Segundo o Ministério Público, Camila foi morta porque no passado, testemunhou contra o autor em um processo em que ela foi testemunha ocular do homicídio de Danitiel Aparecido Fortunato, com trâmite na Vara da Infância e Juventude. Como resultado, o adolescente infrator acabou internado na Fundação Casa, tendo cumprido medida socioeducativa a ele imposta.

Entretanto, quando saiu do cárcere, movido pelo sentimento de vingança, segundo o MP, o adolescente jurou Camila de morte, a qual era dada ao uso de crack, bebidas alcoólicas e à prática da prostituição para manter-se. Na noite do crime, ele convidou Rogério para auxiliar no homicídio. O réu dirigia uma moto, levando o jovem na garupa, e foram ao encontro de Camila.

 

Quando chegaram ao local, o adolescente desceu da moto e disparou várias vezes contra a vítima, enquanto Rogério ficou na moto aguardando a consumação da execução. Na sequência, o assassino retornou ao veículo e ambos fugiram do local.

Durante a investigação policial, foi decretada a prisão preventiva de Rogério e a internação do suposto autor dos disparos. O sorteio dos jurados para esse julgamento está marcado para o dia 21 de março, às 13h15, na sala de audiências da Primeira Vara. (Foto: Votunews)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password