Cuidado: conjuntivite fora de época

Em 2011, foram 7.500 casos; em 2012, 104. Até outubro deste ano, a Secretaria Municipal da Saúde registrou 1.253 casos positivos; em 2013, 2.174.

 

Alguns casos de conjuntivite estão sendo registrados na cidade. A época do ano em que a doença mais atinge os votupo-ranguenses tem sido em fevereiro no Carnaval, uma vez que há grande concentração de pessoas de diferentes cidades e lugares durante o período da festa.

Em 2011, foram 7.500 casos; em 2012, 104. Até outubro deste ano, a Secretaria Municipal da Saúde registrou 1.253 casos positivos; em 2013, 2.174.

A Santa Casa de Votuporanga recebeu somente neste mês, 59 casos no pronto-socorro. Do início do ano até agora, foram 600 atendimentos.

 

Recomendações

A enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Danúbia Franco, esclarece que, em suspeita de conjuntivite, o paciente deve afastar-se de ambientes coletivos, por pelo menos sete dias. O recomendável é procurar por atendimento em um serviço de saúde, para diagnóstico médico e se necessário, o início do tratamento.

A conjuntivite caracteriza-se por olhos avermelhados, lacrimejamento, pálpebras inchadas e avermelhadas, secreção ocular e a sensação de areia nos olhos.

Para evitar a doença, a Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde faz algumas recomendações:

– lavar com frequência as mãos e o rosto com água e sabão e, em seguida, fazer uso do álcool gel;

– evitar coçar os olhos;

– usar lenços e toalhas descartáveis e individuais;

– utilizar travesseiros e roupas de cama individuais;

– evitar o uso de objetos (lápis, copos) de outras pessoas;

– evitar atividades de grupo enquanto secreção ocular estiver presente;

– evitar frequentar piscinas e uso de lentes de contato;

– realizar limpeza com água, sabão e álcool 70% em superfícies que foram tocadas por pessoas com conjuntivite.

A Cidade

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password