Crueldade: homem agride cão com barra de ferro

Mais um caso terrível de crueldade contra animais é registrado em Votuporanga. A reportagem do votunews.com.br foi acionada para presenciar outra cena lamentável.

Um homem de aproximadamente 40 anos de idade, agrediu covardemente um cachorro com uma barra de ferro e deixou o animal agonizando em frente a calçada de sua casa.

O caso revoltou vizinhos e pessoas que passavam próximo ao local e causou indignação até mesmo nos policiais militares que atenderam a ocorrência.

Segundo o agressor, o cachorro da raça boxer teria avançado sobre ele e ameaçado mordê-lo. Contudo, o que a reportagem do votunews presenciou foi realmente um ato de covardia, já que o cachorro já estava debilitado com feridas e manchas pelo corpo.

Segundo testemunhas arroladas na ocorrência policial, o homem – que já possui passagem pela polícia, se apoderou de uma barra de ferro e agrediu o cachorro. Agonizando, o animal saiu da calçada da residência do agressor e ficou no meio da rua, localizada no início da estrada Fábio Cavalari – logo após a passagem da linha férrea, no bairro Sonho Meu, em Votuporanga.

Testemunhas viram a triste cena do homem agredindo o animal no meio da rua e acionaram rapidamente a Polícia Militar. Mesmo na presença dos policiais, o agressor não se intimidou e continuou ameaçando o animal.

Bastante machucado e agonizando, o animal caiu no meio da rua, sendo removido posteriormente até a calçada até a chegada de socorro. Minutos depois, ativistas da SPAVO (Sociedade Protetora dos Animais de Votuporanga) chegaram ao local para proteger o cachorro e prosseguir na ocorrência policial.

O presidente da SPAVO -Léo Chandelly, pediu a ajuda da equipe do Centro de Zoonoses da Prefeitura de Votuporanga, que socorreram o animal até uma clínica veterinária.

Segundo Chandelly, o animal está internado nesta clínica em estado crítico, porém, na tarde desta sexta-feira, sob os cuidados do médico veterinário Drº Seba, o cachorro reagiu bem aos medicamentos contra dor e surtiu efeito. Ele ficará internado pelos próximos dias para se recuperar dos graves ferimentos.

Já o agressor, testemunhas e ativistas da sociedade protetora dos animais dirigiram-se a Central de Flagrantes para o registro da ocorrência policial.

O caso foi registrado como maus tratos a animais e o presidente da SPAVO espera por justiça e pede a condenação do agressor.

“Mais um caso cruel envolvendo animal, neste episódio visto por muita gente, é lamentável, espero que a justiça seja feita e esse agressor, para não falar outra coisa, pague pelo que ele fez”, disse Chandelly.

votunews

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password