Policiais encontram orelha arrancada de travesti

O crime brutal contra um travesti cometido por dois homens, na madrugada do último domingo, ainda repercute em Votuporanga e região. Durante o interrogatório dos dois homens que confessaram o crime, a Polícia descobriu detalhes sobre os requintes de crueldade em que o padrasto e enteado cometeram contra o travesti “Vitória” – Marcos Gustavo da Silva Costa, 21 anos.

Conforme divulgado pelo votunews, os acusados Adenildo Torres da Silva, 26 anos e seu enteado Regivan Francisco dos Santos, 20 anos, confessaram o crime e deram detalhes importantes ao delegado titular da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) João Donizete Rossini.

Além dos detalhes sobre como abordaram o travesti “Vitória” para um programa sexual, a briga gerada pelo desacordo no valor do programa, e ainda como cometeram o assassinato.

Os dois indivíduos foram presos dentro de suas residências e, após as evidências sobre a participação de cada um deles no crime, foram conduzidos à DIG para prestar depoimento e, após horas de interrogatório na presença da autoridade policial, os acusados foram recolhidos a Cadeia Pública de Votuporanga.

Além de dar uma “gravata” na vítima que ficou desacordada antes de morrer, os criminosos desferiram vários golpes de canivete (da própria vítima) e depois ainda cortou o pênis e a orelha do travesti. A orelha foi arrancada da vítima e levada pelos crimonosos embora. No final da tarde desta terça-feira, os investigadores da DIG localizaram a orelha da vítima, conforme os criminosos apontaram o local exato.

Segundo informações colhidas pela reportagem, a parte do corpo da vítima estava dentro de uma garrafa pet que foi jogada em uma boca-de-lobo na zona norte da cidade. Contudo, a garrafa ficou enroscada dentro do bueiro, facilitando a localização da orelha pelos investigadores.

Os acusados estão na Cadeia Pública de Votuporanga à disposição da Justiça e deverão ser transferidos para alguma unidade prisional da região.

Segundo o delegado Rossini, de momento está descartada a participação de um terceiro envolvido no crime, fato que os dois acusados já disseram à polícia.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password