Crianças ficaram em casa com corpos dos pais após crime em Pereira Barreto, diz polícia

As meninas de 3 e 5 anos que estavam na casa onde a mãe foi baleada na cabeça pelo pai, que se matou na sequência, em Pereira Barreto (SP), ficaram no imóvel com os corpos por um longo tempo após o crime registrado na sexta-feira (12).

Segundo a Polícia Civil, o crime foi durante a madrugada, por volta das 3h, e a ocorrência foi comunicada à polícia ao meio-dia, depois de quase 10 horas, período em que as crianças podem ter ficado na casa, no bairro Jardim Aeroporto, com os corpos.

Ao G1, o delegado Rafael Sangaleto disse que Rafael Washington Alves da Silva, de 32 anos, sacou uma pistola, atirou na cabeça de Ariane de Aguiar Araújo depois de uma discussão e cometeu suicídio. Depois do crime, as meninas ainda maquiaram o corpo da mãe.

“O crime foi, sim, presenciado por uma das meninas, uma das filhas. As meninas acabaram maquiando a mãe porque disseram que queriam ver a mãe mais bonita”, afirmou o delegado.

Policiais militares foram acionados para atender ocorrência em Pereira Barreto — Foto: Anderson Antunes/TV TEM

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password