Crueldade: delegada investiga denúncia e agressores são identificados; vídeo está sendo periciado pela polícia

O caso de uma criança agredida por outros adolescentes divulgada em um vídeo postado no votunews causou muita revolta, indignação e repercussão em Votuporanga e região.

Isso tudo porque supostamente, as agressões cometidas não são contra uma criança de Votuporanga.

Mas a Delegacia de Defesa da Mulher de Votuporanga tem outra versão para o caso e apura a denúncia feita por uma família da criança agredida.

Na manhã desta terça-feira, a delegada titular da DDM, Edna Freitas, passou horas colhendo provas e depoimentos a respeito deste conturbado caso que chocou a todos.

Em entrevista a reportagem do votunews.com.br ela diz acreditar na versão do adolescente de 13 anos, que teria sido a vítima das agressões e apurar com cautela o caso.

A delegada confirmou que ouviu familiares do adolescente e já identificou os quatro agressores, e uma quinta pessoa, que seria uma garota que gravou o vídeo em um celular.

Segundo Edna, existem muitos pontos a serem esclarecidos ainda, mas ela afirmou que a família da vítima conhece dois adolescentes que participaram das agressões e que, inclusive são moradores do mesmo bairro da vítima.

Hoje pela manhã, a delegada e sua equipe de investigação estiveram no local onde o adolescente apontou que foi agredido – uma área verde próximo a um frigorífico às margens da rodovia Péricles Bellini.

Segundo ela, o local foi fotografado para ser analisado pela Polícia Técnica que irá apontar se realmente é o mesmo ponto registrado no vídeo das agressões.

A delegada disse que parte do princípio de que acredita na versão da vítima, e que tudo será esclarecido nos próximos dias. A vítima, hoje com 13 anos de idade, só relatou o caso à polícia após confirmar a sua família de que foi agredido pelos demais adolescentes.

A delegada não confirmou se a área onde foi periciada é mesmo o local das agressões.

Outra informação divulgada por ela é de que os outros dois adolescentes agressores e também a garota que teria filmado tudo serão identificados ainda nesta semana.

Tanto que ela já enviou intimação para os agressores que deverão comparecer em audiência nesta semana, no Ministério Público, ao promotor de Justiça, Eduardo Martins Boiati – que acompanhará o caso.

Marabá

Nesta quarta-feira, Drª Edna entrará em contato com a delegada da Mulher da cidade de Marabá, no Pará, onde, supostamente aconteceu caso semelhante.

A delegada de Votuporanga voltou a afirmar que acredita na versão da vítima e de sua família, mas que irá investigar todos os pontos do caso para a conclusão final.

Ela não descarta nenhuma hipótese, tanto que o vídeo seja de Marabá, como também das agressões sofridas pelo adolescente de Votuporanga.

votunews

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password