Criação da diocese de Votuporanga aguarda apenas a confirmação do Papa Francisco

Recentes mudanças estão movimentando a igreja católica. No ano passado, a renúncia do Papa Bento XVI surpreendeu a todos, e para alguns, demonstra ser um ato de coragem. Rapidamente um novo Papa foi nomeado, Francisco, que é da Argentina, e nessa semana o Papa, que vem trazendo uma perspectiva nova para a igreja, anunciou 19 cardeais, entre os quais está Dom Orani Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro e antigo Bispo da diocese de São José do Rio Preto, no entanto, o que a população católica de Votuporanga aguarda é tornar a cidade diocese.

É sobre essa questão que o Diário conversou com o padre da Paróquia Matriz, Nossa Senhora Aparecida, Gilmar Margotto. O padre explicou que o processo de documentação está concluído, o que resta no momento é a própria nomeação do Vaticano, por meio do Papa Francisco. “É uma situação interna, nós sabemos que a qualquer momento pode ser transformada, mas é defendido como uma possibilidade, pois devemos esperar.”

Gilmar Margotto ressalta que no momento que o Papa criar a diocese também já é nomeado o bispo. “Apenas é criado depois de toda documentação estar pronta. Pode sair esse ano, ano que vem, mas a igreja dá como certo.”

O padre descreve que em 2010 foi montada uma comissão, envolvendo ele, o padre Carlos dos Santos, da Paróquia São Bento e o padre Edmur Alves, pároco anterior da Matriz. “Fizemos todo o processo e entregamos em agosto de 2010, o relatório e mapeamento, aí começaram a estudar o processo, responderam no ano passado que não faltava nenhum documento, no momento temos que aguardar.”

Votuporanga possui sete paróquias: a Matriz, São Benedito e Nossa Senhora de Fátima, Senhor Bom Jesus, São Bento, Santa Joana Princesa, Santa Luzia e São Cristóvão. Também as Capelas: São Expedito, Santo Antônio, Santos Reis, São Francisco e Santa Clara e São João Batista.

Dom Orani

Outro assunto que o padre Gilmar abordou é sobre a nomeação do Dom Orani Tempesta como cardeal do Vaticano. “Vejo de uma maneira muito positiva e é muito importante para nossa realidade. Dom Orani possui uma espiritualidade muito boa da doutrina da igreja, ele passou desde o interior do estado. Mantém uma visão da realidade, da religião, área social, ente outros fatores.”

O anuncio foi feito pelo Papa Francisco no domingo, após a oração do Angelus. No dia 22 de fevereiro, presidirá o Consistório no qual criará 19 novos cardeais, entre eles o arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani João Tempesta. No dia 23, haverá uma solene concelebração eucarística com os novos cardeais.

 

ANCELMO LIO – Diário de Votuporanga / Foto: Glauce Sereno

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password