Creche em horário alternativo não sairá este ano

Compromisso feito pelo prefeito em abril deste ano não será concretizado, por causa do atual momento econômico dos municípios

A Prefeitura de Votuporanga está reavaliando a implantação da uma creche para atender funcionários do comércio da cidade, com funcionamento de horário estendido. No dia 9 de abril, em uma reunião no Sincomerciários, o prefeito Junior Marão fez o compromisso de que essa escola seria inaugurada até agosto deste ano.

N oportunidade, Marão disse que esteve em Botucatu com Motta e Lia, presidente do Sincomerciários de Votuporanga, para conhecer um modelo de creche que atende em horários alternativos. Disse que havia até um imóvel no centro da cidade, que faltavam algumas adequações para começar a funcionar como uma creche.

A unidade escolar funcionaria semanalmente no horário do comércio e aos sábados, inclusive até às 18h, nos segundos sábados do mês. Durante o Natal, quando as lojas ficam abertas durante a noite, a creche também estenderia seu horário de funcionamento.

A Secretaria Municipal da Educação informou que tem feito investimentos importantes no sentido de ampliar o número de vagas em creches em Votuporanga, principalmente para crianças de 0 a 3 anos. Atualmente, são atendidas 3.508 crianças com até 5 anos, sendo que 1.906 tem idade entre 0 e 3 anos. Nesta faixa etária, há 105 registros na fila de espera, no entanto há 78 vagas disponíveis. Essas vagas não são preenchidas por opção dos próprios pais, que têm preferência por determinadas unidades escolares.

Até o final de setembro, com a inauguração dos Cemei (Centros Municipais de Educação Infantil) “Abílio Calile” e “Luiza Giacomini” (Monte Verde), mais 260 vagas serão criadas, sendo 200 apenas para a faixa etária de 0 a 3 anos.

“Por esses motivos e devido ao momento econômico desfavorável – com forte queda nas receitas e redução do repasse do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) nos últimos anos – a Secretaria Municipal da Educação está reavaliando o projeto da creche dos comerciários para ser contemplado num outro momento, no sentido de não comprometer as finanças públicas e, ao mesmo tempo, com a certeza de que a população não será prejudicada”, informou a Administração Municipal por meio de nota.

Ampliação

A Prefeitura informou também que construirá, por meio do Programa Pro-infância, do Governo Federal, mais uma unidade no Jardim Itália, ampliando em mais 220 vagas. Ou seja, serão atendidas mais 480 crianças. “Com todos esses investimentos, Votuporanga acolherá 100% de suas crianças em creches e o número de vagas será maior que o da demanda espontânea”. Isabela Jardinetti/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password