Corpo de mulher morta pós parto fica cinco dias em hospital

Um caso vem causando indignação e revolta a amigos e vizinhos da senhora Carmem Lucia que era moradora de Santa Fé do Sul.

O caso teve início há 25 dias quando Carmem esteve internada na maternidade da Santa Casa de Santa Fé do Sul, na ocasião a parturiente deu a luz a um feto do sexo masculino que recebeu o nome de João Guilherme.

Segundo consta, Carmem Lucia teve complicações pós parto e foi transferida para o Hospital de Base de São José do Rio Preto , ficando internada por uma semana naquele hospital.

Porem já em casa, Carmem teria tido uma recaída, voltou a sentir um mal estar geral, os vômitos e as dores de cabeças eram constantes, situação que segundo informações eram provocadas por uma infecção hospitalar, fato que levou vítima a procurar novamente a Santa Casa de onde veio a ser transferida novamente par Rio Preto.

Segundo a senhora Maria Sueli que era vizinha de Carmem, a mesma não teria parentes na cidade, tendo dois irmãos moradores em São Paulo, e ao saber que seria transferida teria entrado em desespero, momento em que pediu a vizinha a promessa que cuidaria de seu filho se algo de ruim lhe acontecesse.

A dedicada amiga Maria Sueli teria falado via celular no último domimgo, ocasião em que Carmem teria afirmado que estava melhorando apesar das dores.

Na ultima segunda-feira Carmem veio a óbito, porém seu corpo ficou até o dia de hoje (16) retido no hospital, o motivo, falta de documentos ou familiares para retirada do corpo.

Diante da situação, um dos irmãos que mora em são Paulo veio até Santa Fé do Sul, não para o ultimo adeus a irmã, e sim com o intuito de vender a casa da falecida, aproveitando a ocasião assinou também a liberação do corpo que deverá chegar em Santa Fé do Sul na manhã desta sexta-feira.

A tutora do recém nascido no momento diz estar apavorada, tendo em vista que a criança João Guilherme não tem qualquer grau de parentesco com a mesma.

Por outro lado o casal agradece algumas pessoas que se sentiram solidários e levaram fraldas, leite, roupas, ganhou um berço e até guarda roupa, para-nos estas sendo meio difícil, mas a gente vai conseguir, o casal tem um filho de 25 anos e uma menina de 16, João Guilherme devera ser o xodó da família.

 

Correio Santa Fé

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password