Coronavírus: Prefeitura amplia projeto pioneiro de monitoramento de idosos para todas as Unidades de Saúde

Trabalho que começou como piloto no Consultório Municipal do bairro Vila Paes já conta com Central de Atendimento de onde são feitas as ligações para idosos de todas as regiões da cidade.

A Prefeitura de Votuporanga ampliou o projeto pioneiro de mapeamento e monitoramento de idosos e pessoas acamadas para todas as regiões da cidade. O trabalho que começou com 1.186 pessoas idosas e acamadas no Consultório Municipal “Dr. Jamilo Elias Zeitune”, do bairro Vila Paes, já conta com Central de Atendimento estruturada pela Prefeitura em uma sala no Centro do Empreendedor de onde estão sendo feitas as ligações para 17,5 mil idosos de todas as regiões da cidade. Até o momento, a Secretaria da Saúde já entrou em contato com 2.069 pessoas cadastradas em cinco Unidades de Saúde. Destes, 98,9% estão assintomáticos e 1,1% se apresentaram como sintomáticos.

O objetivo principal do projeto é reduzir os casos graves de internações por Síndrome Respiratória Aguda através do acompanhamento dos grupos de risco formado por idosos e acamados. O Projeto busca a detecção precoce dos sinais de Coronavírus para a agilidade na implantação de ações de saúde; evita o deslocamento do idoso até a Unidade de Saúde, reduzindo os riscos de contaminação; dispõe de parceria intersetorial com a Secretaria Municipal da Assistência Social que acolherá os casos de vulnerabilidade social, onde houver ausência ou insuficiência de renda; e avalia e intervém nas situações de quadros depressivos ou outro transtorno psicológico dessas pessoas, seja em decorrência ou não do isolamento social.

O Prefeito João Dado, acompanhado da Secretária da Saúde, Márcia Cristina Fernandes Prado Reina, visitou a Central de Atendimento, que já está em funcionamento, na tarde desta sexta-feira (24/4). No local, foram estruturadas 30 estações para efetuar as ligações. Os postos de trabalho são ocupados por equipe multiprofissional formada por médicos, enfermeiros, agentes de saúde e de diversas outras áreas da Secretaria da Saúde.

“Esse trabalho é fundamental porque ao focar a população de maior risco de gravidade da doença, estamos ajudando a salvar vidas. Ao identificar uma pessoa no início dos sintomas, a assistência à saúde é realizada de maneira tempestiva, evitando que essa pessoa piore e precise de internação”, disse o Prefeito João Dado.

Importante destacar a participação de todas as Secretarias Municipais envolvidas na estruturação desta Central de Atendimento, em especial, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico que cedeu a sala do Centro do Empreendedor para a concretização do projeto.

Consultório Municipal do bairro Vila Paes

O projeto piloto foi executado no Consultório Municipal “Dr. Jamilo Elias Zeitune”, do bairro Vila Paes, entre os dias 22 e 24 de março, com um total de 1.186 idosos e acamados, que já são atendidos pela rotina da Unidade de Saúde do bairro Vila Paes. A busca ativa foi realizada via telefone pela equipe de Saúde, onde verificou-se a situação desses pacientes diante de um provável risco ao Coronavírus, sendo assim, eles foram classificados e avaliados como sintomáticos ou assintomáticos. No decorrer desses três dias, idosos e acamados foram acompanhados por telefone para monitorar a evolução dos sintomas.

Ao fechamento do Projeto foi verificado que 94% dos assistidos não apresentavam sintomas de Síndrome Respiratória Aguda. Os outros 6% eram sintomáticos, com queixas de coriza, tosse, febre e falta de ar (dispneia); destes, uma regulação para o atendimento do Samu (Serviço Móvel de Urgência) foi realizada pela equipe.

Atualmente, após 5 semanas de monitoramento, o índice de idosos sintomáticos da Unidade de Saúde do bairro Vila Paes passou de 6,24% para 0,57%. “Com 30 dias de monitoramento no bairro Vila Paes tivemos uma redução importante no índice de pessoas que apresentavam sintomas. Isso pra nós foi muito importante”, disse a Secretária da Saúde, Márcia Reina.

“Equivale a dizer que essa redução repercute diretamente no número de internados na Santa Casa. Esse é o grande valor do trabalho de todos que participam deste projeto. Vamos evitar que as pessoas sintomáticas evoluam para quadros mais graves da doença e evitar internações e transmissões para outras pessoas”, disse o Prefeito João Dado.

“O serviço é de prevenção. Quando focamos um grupo prioritário como este, formado por pessoas com mais de 60 anos e acamados, atingimos também a família dessas pessoas. Se temos 17,5 mil idosos, provavelmente atingiremos um público de 50 a 60 mil pessoas levando orientações”, disse o Gerente da Unidade de Saúde do bairro Vila Paes, enfermeiro Fernando Rodrigo Guerche.

O trabalho de levantamento dos prontuários dos idosos e acamados registrados no Consultório Municipal “Dr. Jamilo Elias Zeitune”, bem como a pesquisa realizada com cada um dos idosos, foi desenvolvido por equipe multidisciplinar formada por agentes comunitários de saúde, psicólogo, médicos, enfermeiros, nutricionista, assistente social, apoio administrativo e de informática.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password