Coronavírus em apartamento abandonado na China pode indicar que Sars-CoV-2 se espalha pelo encanamento

Estudo chinês foi publicado na revista científica Environment International; família que morava no andar de baixo foi contaminada pela Covid-19.

A descoberta da presença do novo coronavírus no banheiro de um apartamento desocupado em Guangzhou, na China, sugere que o vírus pode ter percorrido os canos de esgoto por meio de pequenas partículas transportadas pelo ar. É o que disseram pesquisadores do Centro Chinês para Controle e Prevenção de Doenças em um estudo publicado na revista científica Environment International.

Em fevereiro, traços de SARS-CoV-2 foram detectados na pia e em torneiras de um apartamento vazio, que fica acima da casa onde moravam cinco pessoas confirmadas com Covid-19. Os cientistas realizaram “um experimento de simulação de rastreamento no local” e confirmaram a presença do vírus.

O novo relatório é um alerta, já que houve um caso no conjunto habitacional particular Amoy Gardens de Hong Kong, quase duas décadas atrás, quando 329 residentes foram contaminadas pela síndrome respiratória aguda grave, ou Sars, em parte por causa de dutos de esgoto com defeito. Quarenta e dois residentes morreram, tornando-se o surto comunitário mais devastador de Sars.

Apartamentos em edifícios de vários andares na China costumam ser conectados por meio de um sistema de esgoto compartilhado, disse Lidia Morawska, diretora do Laboratório Internacional de Qualidade do Ar e Saúde da Universidade de Tecnologia de Queensland, na Austrália.

Enquanto sólidos e líquidos descem pela rede, gases de esgoto às vezes sobem através de canos na ausência de água suficiente, disse Morawska.

“Se houver cheiro, significa que de alguma forma o ar foi transportado para onde não deveria”, disse Morawska em uma entrevista.

FONTE: Informações | oglobo.globo.com

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password