Corinthians vence de novo, amplia crise do São Paulo e conquista Recopa

O Corinthians conquistou nesta quarta-feira o título da Recopa Sul-Americana de 2013. Em uma partida sem sustos, o time comandado pelo técnico Tite venceu o clássico contra o São Paulo por 2 a 0 e confirmou seu favoritismo diante da má fase tricolor e faturou o segundo título do ano. Na partida de ida, no Estádio do Morumbi, os corintianos venceram por 2 a 1.

 

Com gols de Romarinho (foto) e Danilo, Corinthians fez 2 a 0 e selou título no Pacaembu Foto: Ricardo Matsukawa / Terra
Com gols de Romarinho (foto) e Danilo, Corinthians fez 2 a 0 e selou título no Pacaembu
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

 

 

A perda do título continental, porém, fica em segundo plano para os são-paulinos, que chegaram a nove jogos sem vencer – a equipe não deixa o campo vitoriosa desde que fez 5 a 1 no Vasco no final de maio. Vencedor da Recopa em 1993 e 1994, o time do Morumbi perdeu a competição na única vez em que a disputou nos moldes atuais, em 2006, contra o Boca Juniors.

 

Por sua vez, o Corinthians – que já faturou o Campeonato Paulista em 2013 – apenas confirmou a boa fase e conquistou mais um título inédito para sua galeria. Para o lado alvinegro, a noite foi quase um evento para cumprir protocolo com festa – que começou com a visita do volante Paulinho, já acertado com o Tottenham, ao gramado.

 

Com a vantagem no placar e diante da má fase do São Paulo, o Corinthians não demorou a pressionar o gol defendido por Rogério Ceni. Logo aos 4min, Romarinho aciona Guerrero de cabeça, mas o peruano fura na hora do arremate e facilita para a defesa. Depois, aos 12min, Edenílson roubou de Juan pela direita e rolou para o centro para Danilo, que chutou forte e parou na defesa do camisa 01 do time tricolor.

 

 

Antes do jogo, volante Paulinho se despediu da torcida do Corinthians; meio-campista reforça o Tottenham no segundo semestre Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

 

O São Paulo bem que tentou reagir, mas o chute de Osvaldo aos 17min passou por cima da meta de Cássio. Melhor para os alvinegros, que fizeram 1 a 0 aos 36min: após cruzamento de Emerson na área, Rafael Tolói salvou a primeira ao travar a finalização de Guerrero, mas Romarinho chegou desequilibrado e mandou para o gol. Ameaça tricolor, apenas aos 42min, quando Juan cruzou na área e Luís Fabiano cabeceou para fora – a arbitragem já marcava impedimento.

 

O Corinthians ainda teve a chance de fazer o segundo logo aos 11min da etapa final, em arrancada de Fábio Santos; porém, mesmo com dois jogadores em condição na área, o lateral arriscou um chute fraco e facilitou para Rogério Ceni. Na resposta, o São Paulo tentou ameaçar com dois cruzamentos de Paulo Henrique Ganso, aos 20min e aos 21min – Luís Fabiano parou em Cássio no primeiro, enquanto Aloísio, livre, chutou em cima do goleiro no segundo.

 

Sem conseguir o empate, as chances do São Paulo minguaram ainda mais com o segundo gol do Corinthians, aos 24min: após bela jogada individual de Guerrero pela esquerda, Fábio Santos cruzou e Danilo cabeceou na área – Rogério Ceni ainda defendeu, mas o próprio camisa 20 aproveitou o rebote e mandou para as redes. Neste momento, o São Paulo precisava de três gols em 20 minutos.

 

No fim, com a partida decidida, Tite colocou Renato Augusto na vaga de Romarinho, enquanto a torcida gritava “olé” e “é campeão”. Alexandre Pato e Ibson também deixaram o banco, ocupando respectivamente as vagas de Guerrero e Emerson. À beira do gramado, Paulinho fazia festa com os companheiros. Aí, o time só esperou o apito final para fazer a festa. Do outro lado, o São Paulo mais uma vez se preparava para juntar os cacos.

Terra

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password