Corinthians bate Criciúma e vence segunda seguida

O Corinthians foi a Santa Catarina e voltará para casa com mais três pontos na tabela. Sem grandes esforços, a equipe paulista derrotou o Criciúma por 2 a 0, em jogo morno realizado neste domingo no Estádio Heriberto Hülse, chegou à segunda vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro e já ameaça entrar na briga pelas primeiras colocações. Renato Augusto e Guerrero, ainda no primeiro tempo, definiram o placar.

O resultado levou o Corinthians aos 17 pontos, subindo para a sexta colocação, quatro pontos atrás do líder Cruzeiro. Os comandados do técnico Tite voltam a campo na quarta-feira, quando fazem clássico com o Santos na Vila Belmiro, às 21h50. Já o Criciúma estacionou nos 11 pontos, na 16.ª posição, e pegará o Cruzeiro, também na quarta, mas às 19h30, novamente no Heriberto Hülse.

Se há algumas partidas o ataque corintiano preocupava, agora a defesa da equipe merece elogios. Esta foi a terceira partida consecutiva sem levar gol e o time paulista segue como menos vazado da competição, com apenas cinco gols sofridos em 11 partidas. Neste domingo, Tite promoveu a entrada de Renato Augusto entre os titulares, no lugar do poupado Emerson. Alexandre Pato, com um edema na perna direita, sequer ficou no banco.

O JOGO – O Criciúma assustou o Corinthians pela primeira vez aos sete minutos. Lins recebeu lançamento longo pelo lado direito e tentou a finalização de primeira, cruzado. A bola passou na frente do gol de Cássio. Mas foi o time paulista que abriu o placar, aos 10 minutos. Renato Augusto recebeu na intermediária, limpou o marcador e bateu colocado, no ângulo esquerdo de Helton Leite.

O gol não mudou o panorama do jogo. O Criciúma seguia tentando chegar à área adversária com lançamentos, explorando o espaço nas costas dos laterais, enquanto o Corinthians impunha seu estilo de jogo com toque de bola e muita paciência. Foi assim que Guilherme achou Edenílson dentro da área, o lateral invadiu e foi atropelado por Elton. O juiz marcou pênalti, que Guerrero bateu e converteu, no canto direito do goleiro, aos 25 minutos.

Com a boa vantagem, o Corinthians diminuiu o ritmo. A equipe seguia comandando a posse de bola e chegou a assustar, com Fábio Santos e Danilo, mas já não atacava com a mesma intensidade. Por outro lado, o Criciúma levava o time ao ataque e, mesmo sem grandes ameaças, exibia uma melhora na partida.

No início do segundo tempo, o Corinthians chegou ao terceiro gol, mas o juiz anulou incorretamente. Guerrero recebeu na área, a defesa do Criciúma cortou e a bola sobrou para Edenílson, que estava em posição irregular e ajeitou para Romarinho marcar. O auxiliar, no entanto, levantou a bandeira marcando impedimento do lateral corintiano, sem perceber que o toque havia partido do zagueiro do time catarinense.

O técnico Osvaldo Alvarez tentava colocar o time à frente com substituições, mas o Corinthians seguia dono do jogo e quase marcou o terceiro aos 15 minutos, quando Renato Augusto levantou a bola para a área e Gil, sozinho, cabeceou mal. Seis minutos depois, o próprio Gil tocou mal de cabeça dentro da área corintiana e a bola quase traiu Cássio.

O Criciúma se lançava ao ataque, mas esbarrava na própria falta de criatividade e pouco criava. Já o Corinthians se fechou e saia nos contra-ataques, sempre sendo mais perigoso que o adversário. Aos 26 minutos, Danilo cruzou na cabeça de Guerrero, que subiu bonito, mas jogou para fora.

Os anfitriões assustaram aos 31 minutos, quando Cássio subiu dividindo com Lins, soltou a bola e Fábio Santos precisou afastar quase em cima da linha. Foi a última chance do time da casa, que ainda viu o Corinthians melhorar no fim com a entrada de Emerson e encerrar a partida sem sofrer sustos.

FICHA TÉCNICA:

CRICIÚMA 0 X 2 CORINTHIANS

CRICIÚMA – Helton Leite; Sueliton, Matheus Ferraz, Fábio Ferreira e Marlon; Amaral, Leandro Brasília (Fabinho), Elton (Daniel Carvalho) e Ivo (Gilson); Lins e Wellington Paulista. Técnico: Osvaldo Alvarez.

CORINTHIANS – Cássio; Edenílson, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Guilherme, Danilo (Douglas) e Renato Augusto; Romarinho (Emerson) e Paolo Guerrero (Ibson). Técnico: Tite.

GOLS – Renato Augusto, aos dez, e Guerrero, aos 25 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Sandro Meira Ricci (Fifa/Pernambuco).

CARTÕES AMARELOS – Elton, Amaral, Daniel Carvalho (Criciúma); Danilo, Emerson (Corinthians).

RENDA – não disponível.

PÚBLICO – 17.211 pagantes.

LOCAL – Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC).

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password