Comoção marca enterro de jovens PMs mortas em acidente

Comoção, tristeza, dor. Sentimentos misturados marcaram o enterro das três policiais militares que morreram carbonizadas, após o carro em que elas estavam se envolver em um acidente com um caminhão na rodovia Assis Chateaubriand (SP-425).

O enterro das jovens ocorreu de forma simultânea, às 11 horas da manhã deste sábado, dia 2. Aline Borges Mendonça, 30 anos, foi sepultada no cemitério Jardim da Paz, em Rio Preto. Helen Cristina de Carvalho Rogini, 22 anos, no cemitério municipal de Tanabi e Alessandra Daniele de Souza, 26 anos, em Neves Paulista.

Além de familiares e amigos, policiais militares de toda a região estiveram na despedida das soldados. O coronel Reinaldo Simões Rossi, diretor de ensino e cultura da PM no Estado de São Paulo também veio ao interior para se solidarizar com as famílias das vítimas.

Cerca de 200 pessoas, entre amigos e familiares, compareceram ao cemitério Jardim da Paz para acompanhar o enterro, em clima de comoção. Aline não tinha filhos e estava noiva. Abalados amigos e familiares preferiram não falar sobre o acidente. “Estamos em choque. É muito dificil”, se limitou a dizer o tio de Aline, André Luís, sargento do Corpo de Bombeiros de Rio Preto.

O acidente

As três jovens cursavam o módulo básico de formação de soldados da Polícia Militar, no 33º Batalhão da Polícia Militar de Barretos, e voltavam para casa acompanhadas de uma quarta soldado, Samantha Brito Mauricio Fernandes, moradora de Santos, que visitaria a região com as amigas. O carro que elas estavam um J3 Turin, seguia no sentido Barretos a Olímpia, quando, por motivos a ser apurados, teria batido na lateral de um caminhão, que seguia no sentido contrário.

Logo após a batida, o veículo pegou fogo e as três soldados morreram carbonizadas. Samantha conseguiu sair do carro, sofreu ferimentos leves, foi socorrida e levada para a Santa Casa de Misericórdia de Barretos. Ela recebeu alta médica na manhã deste sábado.

Em nota, o comando do 33º Batalhão de Polícia Militar do Interior informou que “comunica com pesar o fato ocorrido e se solidariza com a família neste momento de dor”.

O capitão Marcelo da Silva Lessa lamentou o trágico acidente. “Estamos bastante consternados com o que aconteceu. São policiais militares jovens que ainda estavam frequentando o curso de formação e que de forma trágica perderam suas vidas nesse acidente de carro.”

Tatiana Pires – diarioweb.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password