Com um a mais, Barcos derrota Flamengo e tira Palmeiras da degola

Nesta quarta-feira, o Palmeiras soubetransformar uma boa atuação em vitória. E, mais uma vez, contou com seu artilheiro. Aproveitando-se do fato de o Flamengo estar com um a menos desde os 29 minutos do primeiro tempo, o Verdão venceu por 1 a 0 em Barueri, gol de Barcos, e, enfim, saiu da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Superior a partir dos dez minutos de jogo, os anfitriões se beneficiaram da maior vítima do excesso de cartões amarelos aplicados na Arena Barueri: Ibson, expulso. Aos 32 minutos da etapa inicial, três minutos após o cartão vermelho ao flamenguista, Barcos aproveitou rebote em equívoco de Felipe e selou o placar.

Até o fim da partida, o que se viu foi um Palmeiras até descansando. Nem precisava fazer mais. O time atingiu 16 pontos e deixou a faixa de descenso na liga nacional, com esperança de se distanciar no duelo das 18h30 (de Brasília) deste domingo contra o Atlético-GO, no Serra Dourada. Já o Flamengo, estacionado nos 22 pontos e longe da vaga na Libertadores, também joga às 18h30 de domingo, contra o Vasco, no Engenhão.

O jogo – O Flamengo extremamente preocupado em marcar da época de Joel Santana adotou uma postura inicial completamente diferente com Dorival Júnior nesta quarta-feira, mesmo fora de casa. Negueba e Thomás eram autênticos pontas e recebiam o auxílio dos laterais Leonardo Moura e Ramón. O trio de volantes no meio-campo adiantou-se e o Palmeiras ficou encurralado.

A estratégia parecia perfeita. Mas durou menos de dez minutos. Se tinha alternativas para atacar, o técnico do Rubro-negro carioca contava com uma defesa que não inspira nenhuma confiança. Para piorar, escolheu o perdido Marllon para perseguir Barcos. E deu ao Palmeiras o que Luiz Felipe Scolari tanto gosta: espaço para contra-atacar.

O técnico nem estava à beira do campo, já que cumpriu o último jogo da suspensão imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, mas seu auxiliar Flávio Murtosa tinha exatamente o esquema que rendeu o título da Copa do Brasil, com Mazinho recompondo o meio-campo e liberando Valdivia para encostar em Barcos.

O chileno, de volta após seis jogos fora por lesão na coxa esquerda, rapidamente aproximou-se do centroavante e como Mazinho tentava atrapalhar Léo Moura, as costas do lateral estavamlivres para Juninho também chegar. Atacando pela esquerda, o Verdão começou a acuar o adversário.

Confuso na tentativa de ajudar sua zaga, o Rubro-negro se esquecia até das principais armas do rival. Se já tinha deixado Mazinho ter espaço para chutar, aos dez minutos permitiu que Marcos Assunção, no bico esquerdo da grande área e sem marcação encontrasse Barcos livre. O gol só não saiu porque o goleiro Felipe evitou, assim como em chute de Valdivia aos 19.

Barcos aproveita bola que Felipe espalmou para a grande área e faz o gol da vitória do Palmeiras em Barueri

Com o avanço de seu jogo, o Palmeiras isolou completamente o trio de ataque. Vagner Love, quem mais se mexia dos três, era anulado por Mauricio Ramos, para alegria dos palmeirenses que estiveram na Arena Barueri e vibravam a cada falha do centroavante revelado pelo clube.

O Flamengo não conseguiu mais de dois chutes perigosos, ambos com Negueba, no primeiro tempo. E tudo ficou pior com a expulsão de Ibson. Aos 29 minutos do primeiro tempo, o meio-campista foi vítima do excesso de cartões amarelos e levou o segundo deles em falta boba sobre Valdivia atrás do meio-campo.

Com um a mais, o time mandante não demorou a colocar sua supremacia no placar. Aos 32, Valdivia retomou uma bola no ataque e rolou para Artur bater sem força. Mas Felipe falou, sem conseguir espalmar além da pequena área. E lá estava Barcos, como sempre sem ser acompanhado por Marllon, para só escorar com o pé nas redes vazias.

Ibson foi expulso aos 29 minutos de jogo por ter recebido dois amarelos: o árbitro distribuiu cartões demais

Ainda atrapalhado com um a menos, o Flamengo quase levou mais um, em arremate de Mazinho aos 43. O time carioca foi para o vestiário sem ter nem a ajuda de Leonardo Moura no ataque devido à confusão que se tornou em campo. Auxilio, só nos gritos da boa presença da torcida rubro-negra em Barueri.

Mas a presença de palmeirenses era bem maior. Assim como a superioridade em campo. Tanto que a comissão técnica optou por poupar Marcos Assunção, com problema crônico no joelho direito, para colocar Márcio Araújo. Já a alteração de Dorival Júnior no início do segundo tempo, com o também jovem Fernandinho no lugar de Thomás, não teve nenhum efeito.

Pressionando no setor de Leonardo Moura, o Verdão esteve perto de marcar em finalização de Barcos aos dez minutos do segundo tempo. Mas a opção, depois, foi por descansar. O Flamengo já estava entregue, tinha apenas na vontade de Vagner Love alguma aspiração de somar algum ponto em Barueri. Era pouco para evitar a quarta vitória palmeirense no Brasileiro. (gazeta esportiva)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password