Com “truques”, Samsung diferencia Galaxy S III de outros Androids

O Galaxy S III, smartphone que chega a algumas lojas paulistanas nesta quarta-feira, mostra que a Samsung investiu pesado em tecnologias que diferenciassem seu aparelho topo de linha dos demais celulares com Android. Em um rápido teste do produto, nota-se que, além do hardware potente e da alta definição da tela, o Galaxy S III tem recursos interessantes para quem quiser investir em um smartphone na faixa dos R$ 2 mil.

O aparelho tem tela Super AMOLED de 4,8 polegadas HD (1280×720) e roda a última versão do Android, Ice Cream Sandwich. Apesar de um grande ganho em tamanho no display com relação ao S II, a nova versão do Galaxy cresceu pouco. Junte-se a isso às bordas arredondadas e o aparelho se mostrou bastante confortável de se ter na mão. Ainda há a definição da imagem, algo que impressiona.

O smartphone conta com processador quad-core de 1,4 GHz, tem câmera de 8 MP, além de uma câmera dianteira de 1,9 MP para videochamadas. Aliado com o hardware robusto, a câmera do Galaxy S III se mostrou extremamente rápida – a pausa entre um clique e outro é quase imperceptível. E é na câmera uma das novidades trazidas pela Samsung no aparelho, a função Burst, que tira 20 fotos em único clique e escolhe qual a melhor cena. O usuário pode ainda optar por fazer a marcação automática de amigos nas fotos para postar nas redes sociais, já que o aparelho tem reconhecimento facial.

Em um rápido teste do aparelho, dá pra ver em prática alguns truques criados pela Samsung em termos de interação com o usuário. Funções como a Smart Stay, que analisam o movimento dos olhos para determinar o brilho da tela, o Direct Call, que faz uma ligação automaticamente quando há um contato aberto na tela e o aparelho é levado à orelha, ou o Smart Alert, que faz o celular vibrar assim que o usuário pega na mão se houver uma chamada perdida, são apenas algumas delas.

Outra funcionalidade interessante permite fazer capturas de tela no smartphone – algo complicado no Android, ao contrário do iPhone -, simplesmente arrastando a mão inteira sobre a tela. Se o usuário estiver ouvindo uma música e quiser dar um stop ou quiser recusar uma ligação, ele pode apenas tapar a tela com a palma da mão ou virar o smartphone com o display para a mesa e o Galaxy S III responde ao comando.

Apesar de todos esses recursos, o S Voice, um assistente de voz semelhante ao Siri, do iPhone 4S, ainda não chegou ao País. A Samsung optou por disponibilizar a ferramenta no Brasil somente quando o recurso falar português, o que deve acontecer no segundo semestre. Segundo a companhia, os usuários que comprarem o aparelho agora terão acesso ao S Voice quando chegar ao País, por atualização de software.

O preço sugerido do Galaxy S III é de R$ 2.099. O aparelho chega a algumas lojas em um evento especial do Shopping Morumbi e na loja própria da Samsung no Shopping Higienópolis, em São Paulo, nesta quarta-feira. O smartphone começa a ser amplamente distribuído no Brasil somente em 11 de junho. (Terra)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password