Com o fim da piracema, pescadores podem voltar aos rios da região

Com o fim da piracema (época que a pesca é proibida) pescadores já podem voltar aos rios da região, mas ainda há regras que precisam ser seguidas. Os peixes jaú e piracanjuba, por exemplo, estão em extinção e a pesca dessas espécies é proibida, mesmo fora do período da piracema.

O período que a pesca é proibida começou no dia 1º de novembro de 2015 e se estendeu até o dia 28 de fevereiro deste ano. Segundo o capitão Alessandro Daleck, da Polícia Ambiental de Rio Preto, o número de apreensões de pescado aumentou em relação ao ano passado, ele disse que aumentou, também, o número de horas navegadas pela polícia em fiscalização nos rios da região.

“Do ponto de vista operacional, temos dados muito bons, porém, do ponto de vista da educação ambiental, ainda estamos longe do ideal. Quanto mais infrações a gente tem, mais vemos o desapego das pessoas em relação à questão ambiental”, disse o capitão. O número de apreensões no período ainda não foi divulgado.

Mesmo com o fim da piracema, pescadores ainda devem seguir regras para a pesca. Uma delas é respeitar as espécies em extinção, cuja pesca é proibida. Outra regra que deve ser seguida é em relação ao tamanho dos peixes. Espécies como o barbado e a piapara, comuns na região de Rio Preto, devem ter, no mínimo, 50 e 40 centímetros, respectivamente.

Gabriel Vital – diarioweb.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password