Colaboradoras da Santa Casa são destaques em avaliação nacional de Pesquisa Clínica

A biomédica Neyla Albertini Lucas ficou em primeiro lugar na classificação

A busca pelo conhecimento e desenvolvimento na área da saúde através de pesquisas clínicas ainda é uma realidade para poucas instituições brasileiras, da qual a Santa Casa de Votuporanga faz parte por meio da Unidade de Pesquisa Clínica – UNIPEC, realizando estudos nacionais e internacionais desde 2008 e, que recentemente obteve mais uma importante conquista. As colaboradoras Neyla Albertini Lucas e Renée Costa Amorim, passaram por uma avaliação junto a Sociedade Brasileira de Profissionais de Pesquisa Clínica e receberam o título de coordenadoras. O resultado foi 100% de aprovação e a classificação nacional da biomédica Neyla em 1º lugar.

Um evento interno com a liderança do Hospital foi realizado para divulgar e comemorar o resultado. O provedor Valmir Antônio Dornelas fez questão de participar para reconhecer e valorizar o crescimento profissional das colaboradoras. O médico responsável pelo serviço, Dr. Mauro Esteves Hernandes, também compareceu e homenageou a equipe.

Para o provedor Valmir, o resultado já era esperado. “Temos muito orgulho da Unidade de Pesquisa Clínica. Esse é mais um dos inúmeros resultados positivos que já alcançamos. A Santa Casa já levou o nome de nossa cidade para congressos nacionais e internacionais. A aprovação e a excelente classificação das colaboradoras só reforçam que devemos continuar a acreditar e a investir em pesquisa. Estamos buscando caminhos para fortalecer e viabilizar esse trabalho. Esperamos que novas conquistas sejam alcançadas.”

Já o investigador da UNIPEC, Dr. Mauro Esteves Hernandes, não escondeu a emoção em ver parte da equipe sendo homenageada e também parabenizou as colaboradoras. “Neyla e Renée fizeram a diferença para a vida de muitos pacientes. Sei o quanto elas acreditaram em si e na pesquisa. A classificação delas é resultado de muita dedicação e trabalho. Toda a equipe é muito comprometida, séria e sem dúvida é uma das minhas motivações para continuar a fazer pesquisa clínica em Votuporanga.”

A biomédica Neyla Albertini agradeceu a homenagem e citou que todos colaboram com o trabalho do setor de Pesquisa. “O nosso sucesso tem um pouco de cada funcionário e a minha satisfação é saber que estou cumprindo com o meu papel”, e acrescentou os fatores que a motivam no dia a dia. “O que me traz entusiasmo, além dos pacientes, é a equipe que faz a diferença e a certeza que serei respeitada.”

Renée Costa Amorim disse ter orgulho em trabalhar na equipe. “Todos nós juntos é que fazemos a diferença. A classificação da Neyla me traz orgulho, pois ela começou como estagiária no setor de pesquisa dessa instituição”. Renée ressaltou ainda a necessidade de se ter confiança no próprio trabalho. “É preciso acreditar naquilo que se faz, crer no potencial e eu acredito.”

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password