CNH terá dispositivos de segurança em 2015

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) aprovou mudanças na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e nos documentos dos veículos – Certificado de Registro de Veículo (CRV) e Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). As alterações serão obrigatórias apenas para os documentos emitidos a partir de 1º de julho de 2015.

De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a nova versão dos documentos traz 28 dispositivos de segurança na carteira de motorista e 17 nos certificados.

“O objetivo é impedir a falsificação e adulteração, além das fraudes no pagamento de licenciamento e IPVA”. As alterações não trarão custo aos condutores e proprietários.

Para o presidente da Associação dos Centros de Formação de Condutores de Catanduva (Acefoca), José Cláudio Romagnolli, a medida eliminará parte dos problemas relacionados à falsificação de carteiras de habilitação. “É alto o índice deCNHsroubadas e falsificadas que caem no mercado. Muitas vezes, pessoas leigas compram e só descobrem ao renovar”, diz.

O principal item de segurança adotado é o QR Code, gerado com base no número de documento e licenciamento do veículo e da Unidade da Federação. O código deverá conter o código do Renavam, a placa do veículo, CPF ou CNPJ do proprietário, ano de fabricação, ano do modelo e o código de segurança, na forma regulamentada pelo Denatran.

Segundo Romagnolli, o uso de um aplicativo para leitura do QR Code permitirá que o policial constate a veracidade do documento. “As carteiras falsificadas têm o papel verdadeiro e impressão idêntica às originais”, garante.Omotorista que tem o modelo atual dos documentos não precisará expedir os novos. A adoção da novidade será gradual.

Guilherme Gandini
guilherme.gandini@diariodaregiao.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password