Civil investiga se corpo achado em São Paulo é de morador de Parisi

O corpo de um homem encontrado em São Paulo um mês depois do desaparecimento Maurício Carlos Rodrigues Bordin, de Parisi, em agosto do ano passado, pode dar uma resposta ao caso.

 

A informação foi passada pelo delegado assistente da Seccional de Votuporanga, João Donizete Rossini.

O delegado presidiu as investigações enquanto era delegado da DIG (Delegacia de Investigações Gerais). Hoje quem está no comando é o delegado Márcio Nobuyoshi Nosse, que estava viajando e não pode falar com a reportagem.

São Paulo
Rossini contou que em breve familiares da vítima cederão material genético para a identificação. Até isso, a Polícia Civil de São Paulo investiga se algum dos casos de desaparecimento na capital e respectiva região possuem alguma ligação com o corpo encontrado.
Em negativo, a investigação volta-se para Parisi, para saber se corpo é de Maurício. “Apesar de ter este corpo em São Paulo, cidade distante de Votuporanga, trabalhamos com todas as hipóteses, sem nenhum descarte”, frisou o delegado. 

Mistério
Para ele, o desaparecimento continua sendo um mistério. “Mais de 10 pessoas foram ouvidas e alegaram que ele não tinha inimizade com ninguém.
Pedimos a quebra de sigilo telefônico, conta bancária, mas não descobrimos nada de anormal. Tudo o que podíamos fazer, fizemos”, falou. Karol Bianconi A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password