Cirurgia de Bolsonaro para retirada de bolsa de colostomia termina após quase 9 horas 

O procedimento cirúrgico para religar o intestino do Presidente Jair Bolsonaro (PSL) terminou por volta de 15h30 desta segunda-feira (28), sendo realizada “com êxito”, segundo o Palácio do Planalto. 

A cirurgia de retirada da bolsa de colostomia e reconstrução do trânsito intestinal do presidente Jair Bolsonaro terminou por volta das 15h30, com êxito, no Hospital Israelita Albert Einstein, na capital paulista. A informação foi dada pela assessoria de imprensa da Presidência da República. 

Um boletim médico sobre o procedimento cirúrgico foi divulgado pela equipe médica, e já no final da tarde uma coletiva à imprensa com o porta-voz da Presidência da República, general Rêgo Barros, no Hospital Albert Einstein, onde corroborou o sucesso do procedimento.

Passadas 48 horas da cirurgia, Bolsonaro voltará ao trabalho, ainda no hospital, onde deve ficar 10 dias em recuperação. O hospital organizou um espaço para o presidente despachar. 

Ataque 

No dia 6 de setembro do ano passado, ao participar de um ato de campanha em Juiz de Fora/MG, o então candidato à Presidência da República foi esfaqueado pelo ex-filiado do PSOL Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos.  

Com lesões nos intestinos delgado e grosso, Bolsonaro foi operado na Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora e passou a usar uma bolsa de colostomia temporária. Transferido para São Paulo, ele foi novamente operado no dia 12 de setembro no Hospital Albert Einstein e ficou internado até o dia 29, quando recebeu alta. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

19 − onze =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password