Circuito Sesc: intensa programação cultural na Concha neste domingo

Neste domingo (3/4), Votuporanga sedia o Circuito Sesc de Artes – Conectando lugares, circulando ideias. O município será palco de uma programação cultural em diferentes linguagens artísticas de música, dança, teatro, circo, cinema, artes visuais e literatura. As atrações têm início às 16h, na Concha Acústica Professor Geraldo Alves Machado.

No segmento da Música, se apresenta o projeto Dê um Rolê, composto pelo trio Anelis Assumpção (SP), Márcia Castro (BA) e Curumin (SP). Os artistas se reúnem e fazem uma releitura para homenagear um dos mais importantes coletivos da música brasileira, Novos Baianos. Marcia Castro, que idealizou este encontro, viu nesses artistas de sua geração influências do grupo, principalmente na sonoridade e no swing com toques de brasilidade. O repertório do show é formado basicamente por músicas dos Novos Baianos, além de uma canção de cada convidado que tenha relação com o repertório do grupo.

 

Letras como “Mistério do Planeta” e “Acabou Chorare” estão presentes, além de sucessos como “Preta Pretinha” e “Besta é Tu”. A banda que acompanha os artistas é formada por Saulo Duarte (guitarra), Webster Santos (violão, bandolim e guitarra), Klaus Sena (baixo) e Michelle Abu (percussão), além do próprio Curumin na bateria e direção musical.

 

Já no teatro, o espetáculo escolhido foi “Felinda”, da Cia. Carroça de Mamulengos (CE), com duração de 70 minutos. Felinda era uma moça nem feia, nem linda, que fugiu com o circo. Mas, por não ter nenhuma habilidade que servisse ao picadeiro, foi deixada para trás. Sozinha, desatinou, esqueceu seu nome e de onde vinha. Restaram apenas as lembranças do circo: uma charanga de palhaços, bonecos reais e seres imaginários, que entram em cena ao som de música ao vivo.

 

Na dança, em meio a diversos baldes coloridos cheios de água, o grupo Coletivo Líquida Ação (RJ) faz uma intervenção em que apresenta a importância vital da água. Dispostos de maneira ordenada, os baldes vão passando de mão em mão e formam uma coreografia cadenciada de onde partem uma série de ações: há quem lave peças de roupas, como há também quem lave corpos estendidos no chão, numa espécie de ritual de purificação. A ideia da performance é propor um diálogo entre os espectadores e a memória da água na cidade que os cerca.

 

A linguagem do circo reserva o espetáculo Inverso e Movida – Acrobacias de Solo. Os acrobatas apresentam duas intervenções que reúnem técnica e poesia de movimentos.

 

O Clube do Bordar aguarda o público para oficinas. Os participantes poderão iniciar o processo de confecção de bordado a partir de textos e desenhos sugeridos pelo grupo.

 

Gabinete de Curiosidades e Habilidades

Este ano, a programação de Cinema, Artes Visuais e Literatura, chegará aos espaços públicos de forma pouco convencional. Inspirado nos traveling shows, antigos carros itinerantes que iam de cidade em cidade apresentando toda sorte de atrações artísticas e curiosidades, o Gabinete de Curiosidades e Habilidades vai oferecer ao público uma variada programação nessas áreas. O público vai poder conferir diversos curtas-metragens dirigidos pelo cineasta francês Georges Méliès entre 1896 e 1913, na categoria Cinema.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password