Cidade vai abrir pelo menos 550 vagas temporárias

Presidente da ACV diz que 50% dos temporários são efetivados em janeiro

Faltando pouco mais de dois meses para o fim do ano, o comércio de Votuporanga já deu largada para as contratações de temporários para a época mais movimentada do setor. Segundo estimativa da Associação Comercial de Votuporanga (ACV), de agora até dezembro, o setor deve contratar aproximadamente 550 trabalhadores temporários, dos quais a maioria é específica para a movimentação do final de ano com Natal e Ano Novo – comércio e serviços -, mesmo com as vendas abaixo do esperado em todo o ano. De acordo com o empresário Márcio Henrique Ramalho Matta, que é presidente da ACV, o comerciante que não contratar pode perder v e n d a s , j á q u e n ã o t e r á mão-de-obra suficiente para o atendimento do público. “O consumo em dezembro deve aumentar em relação aos meses anteriores e para isso se faz necessário uma equipe qualificada para suprir este movimento”, afirma. Segundo Matta, pelo menos 50% dos trabalhadores temporários são efetivados em janeiro. “Por isso, o trabalhador tem de se comprometer com a empresa e trabalhar em equipe”, afirma ele, que ressalta que o trabalho temporário é também uma “excelente” oportunidade de recolocação no mercado de trabalho. “As chances de um novo emprego aumentam porque a pessoa acrescenta ao currículo novas experiências que podem servir como referência na disputa de uma nova vaga, seja na empresa onde atua como temporária ou mesmo em outra empresa”, disse ele. O gerente do Doidão Atacado e Varejo, Eldner Jonatas Melo, afirma que já contratou sete funcionários efetivos por causa da inauguração de mais uma filial até o final deste mês, no ramo de decoração. “Já para o Natal vamos contratar ainda neste mês mais funcionários só que temporários. Principalmente por causa do horário especial do comércio à noite”, disse ele

Expectativas baixas As expectativas da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) para as vendas no Dia das Crianças são baixas. De acordo com projeção feita pelas duas entidades, o volume de vendas a prazo deve registrar crescimento de apenas 1,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Se a projeção dos lojistas se confirmar, esse será o resultado mais fraco dos últimos cinco anos para o varejo. Desde 2010 o setor vem desacelerando o seu ritmo de crescimento. Nos anos anteriores, as expansões foram de 3,15% (2013), 4,83% (2012), 5 , 9 1% (2 0 1 1 ) e de 8, 5 % (2010). Em 2014, todas as datas comemorativas (com exceção da Páscoa), como Dia das Mães, Dia dos Namorados e Dia dos Pais, também apresentaram um desempenho inferior se comparado ao ano passad o . A s q u e d a s f o r am de 3,55%, 8,63% e de 5,09%, respectivamente. Para alavancar as vendas no Dia das Crianças, o comércio de Votuporanga vai funcionar no sábado das 9h às 18h. Quem comprar nas lojas participantes da campanha realizada pela ACV vai ganhar cupons para concorrer a cinco bicicletas e cinco tablets. O sorteio dos prêmios será realizado na terça-feira, na Praça Cívica, a partir das 9h. Já a entrega dos prêmios será no dia 23, também às 9h, no auditório da associação

Luciano Moura
luciano.moura@diariodaregiao.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password