China agradece apoio da torcida e deve dirigir o Tupã

 

O ex-treinador do Clube Atlético Votuporanguense, Rogério Ferreira Pinto, o China, foi o convidado do programa “Bola em Jogo” da Rádio Cidade desta terça-feira. Demitido pela diretoria do clube na tarde de segunda-feira, o ex-comandante da Alvinegra agradeceu a oportunidade pelo tempo que ficou no CAV, explicou sua saída e se despediu dos torcedores da cidade.

 

“Fomos muito felizes aqui em relação a resultados (China deixa a equipe com 71% de aproveitamento), mas em questão administrativa chegou uma hora que não aguentei e desabafei. Até quero pedir desculpa no geral pelo o que falei depois do jogo contra o Sertãozinho, mas é uma situação real e que eu não estava aguentando mais”, declarou.

 

Durante o jogo do último domingo, o treinador contou que foi o tempo todo criticado por torcedores na beira do alambrado e que a situação acabou lhe tirando a paciência no final.

 

“O banco de reserva ali é complicado, é muito próximo da torcida e ouvimos muita coisa de torcedores apaixonados. Tem uns que começam aos 20 do primeiro tempo já. Mas isso é amor pelo clube, é passado, e até peço desculpa aos torcedores que acabei me exaltando depois também”.

 

Por fim, China falou sobre seu futuro, agradeceu a todos, desejou sorte ao novo treinador, João Martins, e disse que ainda acredita na equipe da Votuporanguense para estar entre os oito classificados da fase final da Série A3.

 

“Tive um contato com o Tupã para montar a equipe, o que faria caso o time daqui não tivesse um projeto para o segundo semestre, mas vamos ver no que vai dar. Também estou avaliando se continuo na beira do campo ou se tento outro cargo dentro do futebol que não me exponha tanto. Conheço o João Martins, é um excelente profissional e conhecedor do esporte. Não tem essa de rivalidade, espero que ele tenha sucesso. A equipe é boa, e tem sim condições de chegar entre as oito classificadas”, comentou.

 

Caso Anderson

 

Na entrevista a Rádio Cidade, China também comentou o caso do centroavante Anderson, que treina com a equipe desde o começo do campeonato, porém ainda não teve sua documentação acertada para entrar em campo.

 

“Estamos com o jogador pronto para jogar há quatro rodadas, e aí quando pergunto a diretoria sobre a documentação do atleta, dizem que ainda estão vendo. Isso que a gente reclama da parte administrativa do clube. É um jogador que tenho certeza que se estivesse em campo no domingo, contra o Sertãozinho, não perderíamos. Talvez lá em Araras, o resultado poderia ser outro também”, afirmou o ex-treinador.

 

 

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password